Energia Elétrica Como Economizar E Reduzir Custos Em Pequenas Empresas

Como reduzir custos com energia elétrica em pequenas e médias empresas

Independente da estação, a discussão sobre redução de custos com a energia elétrica está cada vez mais frequente. No verão, a utilização do ar condicionado aumenta, a apreensão com a luzes acesas dobra e aquele dinheiro fica cada vez mais escasso. Esse é o problema que a maioria dos nossos clientes de eficiência energética passam, pois o capital poderia ser investido na expansão de suas pequenas e médias empresas acabam sendo deixados de lado.

Energia elétrica é uma opção de redução de custos em pequenas empresas

Hoje, o Brasil é o 6º país com energia mais cara. É preocupante, não é mesmo? Nós te entendemos daremos dicas para mudar esse quadro sem prejudicar suas atividades. Isso porque muitas vezes, a economia acaba sendo seguida da redução do conforto. No entanto, não se apavore, há outras formas de tornar mais eficiente a utilização da sua energia elétrica. Saiba mais nesses artigos sobre o que é eficiência energética e o que é energia reativa excedente.

Primeira Dica: Verificar os aparelhos da sua empresa

Na hora do planejamento das instalações elétricas, tomadas de uso específicos para equipamentos de alta potência (ar condicionados, máquinas de médio a grande porte) são planejadas e dimensionadas para equipamentos específicos. Caso isso não seja levado em consideração na hora da instalação do equipamento, o aparelho além de não trabalhar de forma correta, consome ainda mais energia! Esse pode ser um ponto que pode estar pesando ainda mais na sua conta, então verifique se os equipamentos estão instalados de acordo com a planta elétrica. Vejamos outros possíveis vilões da sua conta:

Segunda Dica: Verifique o equilíbrio de carga nas fases do seu imóvel e reduza custos com energia elétrica

No planejamento das instalações elétricas, também é calculada a quantidade de carga nas fases do seu imóvel. O equilíbrio entre elas é primordial! Caso contrário, há superaquecimento nos condutores, a vida útil dos seus aparelhos diminui e você consome muito mais energia uma vez que há mais corrente passando em um único condutor. Sendo assim, devem ser feitas medições (por um profissional habilitado) para equilíbrio  de cargas e redistribuição dos equipamentos (mesmo os de escritório) entre os cômodos e redução dos custos com energia elétrica.

Terceira Dica: Atentar-se aos aparelhos de ar condicionado

Como você sabe, um dos aparelhos que consome mais energia elétrica é o de ar condicionado, então vamos te dar algumas dicas relacionadas às tecnologias deles pensando em como pequenas e médias empresas podem economizar.

Cada equipamento tem um selo do Procel, que classifica-o de acordo com o consumo como A, B, C, D; sendo o A o equipamento mais econômico. Sabemos que eles costumam ter o custo mais elevado. Porém, fazendo uma análise do tempo de pay back, esse custo com a compra, acaba sendo retornável com a diminuição do consumo de energia elétrica. Outro ponto importante é a conservação dos filtros.

Fique atento com a manutenção deles e o seu tempo de uso. Isso também contribui para a redução da sua conta de energia elétrica, pois um equipamento mais limpo aquece menos e precisa de menos energia.

ar-condicionado-reduzir-custos-energia-elétrica-economizar-pequena-media-empresa

Como economizar com o dimensionamento dos aparelhos de ar condicionado

Na hora de comprar ou alugar seu aparelho, devem ser levadas em consideração no local onde ele será instalado questões como: o volume de ar, número de pessoas e os equipamentos que são utilizados naquele espaço.

Caso o aparelho não esteja dimensionado corretamente, você poderá estar utilizando a energia da forma ineficiente. Por exemplo: nos casos que ele esteja superdimensionado, o trabalho que um motor grande fará para deixar em uma temperatura que um dimensionado corretamente será muito maior. Da mesma forma, o subdimensionado sempre trabalhará na sua capacidade máxima e gastará mais energia, sendo necessário o novo dimensionamento por uma consultoria em eficiência.

Disposição do espaço e redução de custos com energia elétrica

É importante além do dimensionamento dos aparelhos, ser levada em consideração a disposição do local. Em muitos casos, não há separação entre salas. Isso deve ser evitado em pequenas empresas porque quando uma sala não estiver em funcionamento, para se ter a temperatura desejável, o ar condicionado deverá refrigerar os 2 ambientes! Ele trabalhará em sua máxima potência e irá demorar mais tempo para deixar a sala com uma temperatura mais amena.Como-reduzir-custos-energia-elétrica-economizar-pequena-media-empresa

Quarta Dica :Hábitos na utilização da energia elétrica

Caso você tenha uma pequena ou média empresa como clínica, hospital, indústria ou um empreendimento onde há muitos funcionários e equipamentos específicos, o ideal seria você mapear os hábitos dos seus funcionários. Muitos mitos como por exemplo, que um equipamento deve ficar a uma determinada temperatura, ou que ele não deve ser desligado, acabam sendo comuns depois de um certo tempo. O ideal é a leitura dos manuais dos equipamentos e ver se isso realmente se confirma.como-reduzir-custos-energia-elétrica-economizar-pequena-media-empresa-funcionarios

Quinta Dica para economizar: Inserir avisos para os funcionários nas paredes

Não abra mão deles! Eles são ótimos para lembrar aos funcionários de desligarem os aparelhos no final do expediente. No entanto, o que pode auxiliar ainda mais na economia é pagar uma hora a mais para que um funcionário possa desligar todos os equipamentos ao final do horário de trabalho. Posso garantir que a economia será notória.

Vamos a uma breve explicação da última dica: muitos equipamentos como televisores, computadores e impressoras ficam em modo standy by gastando 80% da energia como se estivessem ligados. Caso sua empresa tenha grande quantidade desses equipamentos é bom repensar sobre esse fato para reduzir custos com energia elétrica.

[Dica Bonus] Painel Solar e geração de energia elétrica

Uma das alternativas que ganhou força recentemente é a utilizar a microgeração através de painéis solares, ou ainda reduzir o consumo de água através de captação pluvial para equilibrar os gastos com energia elétrica. As ditas instalações sustentáveis ganharam destaque nos projetos de engenharia de baixa complexidade para quer quer economizar com energia. Mesmo que a viabilidade precise ser avaliada, após o diagnóstico, a redução de custos ocorre no médio prazo e costuma atrair pequenas e médias empresas que querem economia e não precisam de retorno imediato.

Não deixe de contratar um especialista em eficiencia energética e engenharia elétrica para que sejam feitas essas análises. 

Seu comentário é muito importante para que possamos produzir conteúdos cada vez mais relevantes e ricos, então não deixe de comentar com críticas, sugestões e elogios sobre esse artigo de economia de energia elétrica em pequenas e médias empresas. Além disso, não deixe de se inscrever na nossa newsletter, assim podemos avisá-lo(a) sempre que tivermos um novo artigo do seu interesse.

Dayane Izabel

Sou gerente de projetos da Fluxo Consultoria e assessora de marketing.

This Post Has 8 Comments

  1. […] Por causa da baixa complexidade do projeto de dimensionamento de para-raios, que dura cerca de 2 meses e garante proteção por anos, cresce o número de imóveis onde estão instalados sistemas de proteção. Um benefício secundário desses instrumentos é evitar a burocracia e o desperdício de tempo recorrendo à concessionária de energia após a queima de um equipamento. A resolução nº 360/2009 da Aneel estipula o prazo de até 90 dias da ocorrência do raio ou da queda de energia para que o consumidor possa dar queixa à concessionária. No entanto, para que haja substituição, é necessário um laudo e o tempo de análise é muito maior que a expectativa dos consumidores. Leia mais: Como economizar energia em pequenas empresas […]

    1. Energia reativa é sim uma grande vilã!
      No caso de energia contratada, para q ela não passe do que foi contratada é muito valido implantar um gerenciador de energia para q possa monitorar sua demanda elétrica.
      E não deixar que ultrapasse sua demanda contratada!
      Que o grande problema de energia contratada é ultrapassar o que foi contratado!
      Os encargos são altíssimos.

  2. […] Emendas mal feitas, materiais de baixa qualidade e não apropriados são constantemente grandes responsáveis por desperdício de água e energia. Um fio elétrico de tamanho não adequado pode esquentar mais do que o devido, provocando perda de energia, por exemplo. Com um projeto de instalações bem elaborado, erros como esses podem ser facilmente evitados. Além do projeto, consultar um profissional para entender como adotar medidas mais sustentáveis como captar água da chuva ou utilizar energia solar pode ser uma ótima alternativa para economizar. Com isso, um projeto de instalações bem feito pode reduzir significativamente as contas de água e luz em casas e empresas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *