Estagiários

Estagiários: o segredo dos negócios lucrativos

“Esse perfil profissional é essencialmente jovem, adequado às demandas contemporâneas, criativo e inovador os estagiários podem salvar sua empresa.”

Em suas teorias acerca da evolução da espécie, Charles Darwin, célebre cientista inglês, desenvolve a questão da adaptação. Quanto mais fácil um indivíduo se adapta a um ambiente, mais fácil é a sua chance de sobreviver a ele.

Devo contratar estagiários?

Em razão da globalização, o mercado de trabalho e a forma com a qual os negócios se estruturam são constantemente transformados. Adaptar-se a essas mudanças é um grande desafio para as empresas. Por isso, é essencial manter-se atualizado, trazendo para dentro de cada companhia profissionais capazes de acompanhar essas constantes mudanças e, principalmente, capazes de se reinventar.

Estagiários: uma fonte de inovação

Nesse contexto, torna-se extremamente interessante trazer, cada vez mais, estagiários para o ambiente de trabalho. Esse perfil profissional é essencialmente jovem, adequado às demandas contemporâneas, criativo e inovador. Um bom estagiário é capaz de fazer entregas extremamente qualificadas recebendo menos e gerir a ideação na empresa.

Ao trazer novos membros, tanto de idade quanto de carreira, para a sua empresa, o alinhamento aos valores do negócio é quase natural. Esse alinhamento é essencial para fortalecer uma equipe e mostrar aos funcionários o quanto as ambições pessoais podem ser contempladas nas ambições da empresa.

Além disso, trabalhar com gerações diferentes promove uma diversidade de pensamentos, comportamentos e questionamentos que só agregam nas equipes em que estão inseridas. O convívio de pessoas separadas por um intervalo de tempo pequeno, porém com intensas mudanças, permite rever conceitos e fortalecer times.

Estagiários são uma alternativa de formar internamente os próximos líderes da empresa

Essa mudança de mentalidade no interior de cada corporação deve ser uma atitude constante em um negócio. É extremamente importante que as empresas não sejam complacentes e reconheçam, sempre, que comportamentos de sucesso do passado não necessariamente se adequam à realidade atual.

Legislação para contratar estagiários

É válido ainda ressaltar que o Brasil tem uma legislação específica acerca dos programas de estágio. A Lei de nº 11.788/2008 discrimina todas as regulamentações que os mesmos devem cumprir. No geral, eles se assemelham muito ao conceito comum de trabalho formal, havendo mudanças apenas na quantidade de horas de trabalho por dia, que variam de acordo com o avanço do estudante em seu curso superior.

Para entender melhor a legislação vigente, você pode ver: cartilha da lei do estágio e legislação de estágio.

Para contratar um estagiário, não é necessário ter uma grande empresa. A porcentagem de estagiários autorizada a trabalhar em uma corporação varia de acordo com seu porte, porém a regulamentação engloba desde as micro até as grandes empresas. Uma micro empresa pode, inclusive, ser, em alguns casos, mais atrativa para um estudante estagiar, visto a possibilidade de haver mais flexibilidade para inovar, assumir responsabilidades e ter um bom plano de carreira. Este último, somado a aplicação de uma Avaliação de Desempenho, constituem uma boa forma de motivar o profissional pelos resultados.

O economista austríaco Joseph Schumpeter, considerado um profeta da inovação, dizia, desde o século XX, que nenhum negócio se sustenta através de estabilidade, e que é preciso sempre inovar em serviços, bens e pessoas. Portanto, uma vez inseridos em um mercado tão dinâmico, o crescimento só pode vir através de novidades. E nada melhor que novas mentes, ideias e pessoas para isso.

E você: vai evoluir ou se juntar às espécies extintas?

Ana Vitória França

Graduanda em Engenharia de Produção, trabalha como Gerente de Projetos e Assessora de Gestão de Pessoas. Atualmente é responsável pelo Acompanhamento e Avaliação da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *