Scrum

Gerenciamento em Scrum – Metodologia Ágil

Quando se pensa na solução de um problema, é inevitável relacionar resultados bem-sucedidos após a execução de um projeto com um gerenciamento realizado de forma eficaz. Entretanto, o desafio de uma entrega satisfatória começa na escolha da metodologia de gerenciamento.

Vale a pena comparar duas situações: a elaboração de uma planta arquitetônica para legalização de um imóvel e o desenvolvimento de um aplicativo para smartphone. Enquanto a elaboração da planta é algo fechado, ou seja, independe das preferências do cliente, um desenvolvimento de um aplicativo de sucesso está diretamente relacionado com os gostos e desejos dos clientes. Devido a isso, a existência de um escopo aberto acaba por permitir que o aplicativo seja moldado da forma mais satisfatória possível.

Uma das metodologias mais modernas e atuais, capaz de satisfazer um projeto no qual o escopo é aberto, é o Gerenciamento em Scrum. Possibilitado pelo desenvolvimento tecnológico e pela ampla divulgação da informação, o Scrum é também conhecido como Metodologia Ágil.

Equipe

É interessante perceber que origem do termo scrum vem do esporte rúgbi, no qual define a aglomeração dos jogadores, muitas vezes vista como “formação ordenada”.

scrum-rugbi

Scrum: origem do Rúgbi

A analogia do termo do rúgbi para o gerenciamento é simples. Ambos são formados por uma equipe estrategicamente definida, treinada e organizada com um objetivo único. Enfim, o Scrum possibilita uma maior proximidade entre gerente, desenvolvedor, cliente e produto.

No caso do gerenciamento, esse time é formado por:

Scrum Master: Responsável por liderar a equipe, e principal elo entre Procuct Owner e o resto da equipe. É imprescindível que ele assegure o cumprimento dos valores e regras do Scrum durante a execução.

Product Owner: É o dono do produto, e investidor. É o principal tomador de decisões do projeto.

Development Team: Responsáveis pela concepção, construção técnica e testes do produto. Em um desenvolvimento de aplicativo, por exemplo, o Development Team pode ser formado pelo programador e pelo designer.

development-team

Figura retirada do livro Essential Scrum

Planejamento e Execução

Uma das principais curiosidades do Gerenciamento em Scrum é a possibilidade de planejamento, execução e entregas caminharem lado a lado.

No Scrum, o trabalho é realizado em iterações ou ciclos de até um mês de calendário chamados de Sprints. É imprescindível que no final de cada ciclo algo tangível seja entregue.

sprint

Além disso, no início do projeto são definidas as ideias e funcionalidades iniciais do produto. Essas ideias são denominadas histórias. O conjunto de todas as histórias forma o Product Backlog.

A cada Sprint, há uma reunião chamada Sprint Meeting na qual são definidas as funcionalidades a serem desenvolvidas na mesma. Ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia. Esse conjunto de histórias que entram numa determinada sprint forma o Sprint Backlog.

No final de cada Sprint, é feita uma Sprint Review, ou seja, uma reunião de validação das histórias desenvolvidas. Caso uma funcionalidade não seja aprovada pelo Product Owner, ela volta para o Product Backlog e, possivelmente entrará na próxima Sprint.

É importante ressaltar que é imprescindível que haja uma reunião diária da equipe. Nessa reunião, o Scrum Master valida o que foi feito, e busca resolver qualquer problema que a equipe tenha no desenvolvimento do produto. Chamada de Daily Meeting, ou de 15-Minute-Standup-Meeting, é uma reunião prática, rápida e eficiente.

product-backlog

De forma mais resumida:

Product Backlog: Conjunto total de funcionalidades que será desenvolvido durante o projeto.

Sprint Backlog: Conjunto de funcionalidade que será desenvolvido em uma determinada Sprint.

Sprint Review: Reunião de validação das funcionalidades. Caso não sejam aprovadas, elas retornam para o Product Backlog.

Daily Meeting: Reunião diária para colocar em dia o que foi feito.

Controle da Execução pelo Trello

Uma boa forma de controle da execução é o Trello. Nele é possível ter uma boa visualização de quais histórias estão em desenvolvimento e quais já foram finalizadas.

trello scrum

Um exemplo de como funciona o Trello: prático e intuitivo.

Pontuação de Histórias

Além disso, é essencial pontuar detalhadamente as histórias de acordo com suas dificuldades. Assim, será possível ter uma noção mais clara da quantidade de pontos que podem ser desenvolvida em cada Sprint.

Um método muito usado é a sequência de Fibonacci para essa pontuação.

pontuação-scrum

Quanto maior a pontuação, mais complicada a história.

Controle de Prioridade das Histórias

prioridades-scrum

Há um bom método de controle de prioridades das histórias.

A estratégia padrão é primeiro desenvolver as histórias de alta prioridade e alto risco, pois caso essas falhem o prejuízo não será tão grande, pois o projeto ainda estará no início.

A segunda etapa é o desenvolvimento das tarefas com alta prioridade e baixo risco, garantindo, assim, a satisfação das preferências do cliente.

A terceira é focar no desenvolvimento das atividades com baixo risco e baixa prioridade, que ainda assim podem trazer benefícios ao cliente.

Por último, as atividades de baixa prioridade e alto risco. Essas entram numa última Sprint, caso ainda estejam de acordo com os interesses do cliente.

A metodologia de gerenciamento em Scrum é moderna e capaz de gerar bons resultados. Percebe-se, também, a necessidade de cumprir fielmente seus valores e regras.

A existência de um escopo aberto e de entregas semanais aliada à formação de um time do qual o próprio cliente faz parte, possibilita o desenvolvimento de projetos inovadores, criativos e originais.

Uma boa comparação prática da utilidade do Scrum é o rendimento de um aluno. Nas vésperas de provas, o foco no estudo é alto e o rendimento acima do padrão. O Gerenciamento em Scrum, por ser dividido em sprints com entregas tangíveis, funciona como se fosse uma “prova” semanal.

Assim, o foco constante no resultado e a necessidade de cumprir prazos semanais garantem um resultado acima do esperado e uma excelente satisfação de todos da equipe.

Gostou do artigo e sabe de alguém que aprenderia muito com ele? Compartilhe o conhecimento de gerenciamento em scrum nas redes sociais e inscreva-se na nossa newsletter.

Ficou com alguma dúvida sobre Gerenciamento em Scrum ou como a Fluxo Consultoria aplica essa metodologia em seus projetos? Não deixe de comentar e tirar suas dúvidas nos comentários.

Lucas Resende

Graduando em Engenharia , trabalhou na Fluxo como Gerente de Projetos e Assessor Administrativo - Financeiro. Já gerenciou projeto de Aplicativo para celular e foi responsável pela área de Investimentos da empresa.

This Post Has 5 Comments

  1. Boa tarde, estou interessado de achar um sócio para criação de um app, a 2 anos venho aprimorando a ideia já tenho todo mapa de app, falta a programação

  2. Material altamente didático, simples de entender e seguir as orientações aqui citadas. Eu particularmente não conhecia essa metodologia. Achei muito prática e com uma enorme visibilidade de todo o projeto, bem como as tomadas de ações a fim de evitar possíveis riscos e não cumprimentos dos prazos. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *