Layout Industrial

Layout Industrial: como melhorar a eficiência dos processos

Já parou para pensar como o layout industrial impacta na sua produção?

Otimizar os processos de produção da sua indústria pode estar relacionado a muitos fatores. Porém, você já parou para analisar a disposição de máquinas e os fluxos de pessoas, bem como de materiais e produtos? Eles podem influenciar na eficiência dos seus processos. Por isso, vamos explicar como o layout industrial pode ser a solução para seus problemas!

Um bom planejamento do layout industrial pode trazer resultados expressivos, como:

  • Melhoria da qualidade de estoque;
  • Redução do deslocamento de materiais, produtos e pessoas;
  • Utilização racional do espaço disponível;
  • Viabilização de supervisão e obtenção da qualidade.

3 dicas que vão impactar positivamente nos resultados de sua indústria

Para propor alterações que vão otimizar seus processos, seguem alguns aspectos aos quais você deve se atentar. Porém, para uma análise mais cuidadosa da sua produtividade, você pode entrar em contato com um dos nossos consultores!

1. Otimizar o transporte

Na maioria das indústrias, o comum é encontrarmos processos em que os materiais são deslocados. Às vezes, até tentamos melhorar o transporte através de empilhadeiras, calhas de transporte, etc. Porém, isso não agrega valor ao produto final.

O ideal para a otimização do transporte em uma indústria é a maior eliminação possível da função de transportes. Como reduz a necessidade de deslocamento, aumenta a eficiência dos processos.

Uma dica interessante sobre a organização das máquinas é a que segue:

“Organizar a fábrica em seções de acordo com o tipo de máquina (por exemplo, seção das prensas ou seção dos tornos) é uma medida que somente aumenta o transporte.” –  Shingo (1996, p. 136)

Quando se trata de Layout Industrial Posicional, normalmente ao invés de movimentar quem sofre processamento (i.e. materiais, informações e clientes), movimenta-se o maquinário, equipamentos, instalações e pessoas, na medida do necessário. Ou seja, os equipamentos vêm a fluir durante uma operação, e não os materiais.

Apesar de ser mais direcionado para indústrias com baixo nível de produção, o layout posicional pode ser a melhor opção, uma vez que o produto ou sujeito do serviço podem estar em condições inviáveis para movimentação.

2. Fazer layout por processos

Em uma produção, a necessidade dos recursos transformadores utilizados são de suma importância para a escolha do layout. Ou seja, nesse tipo de escolha, processos similares são postos uns próximos aos outros. Dessa forma, a utilização desses recursos será beneficiada.

Tal forma de layout é implementada à produção de uma linha variada de produtos, com taxas relativamente baixas de produção e com equipamentos flexíveis que se adaptam a produtos de características diferentes.

É importante analisar se na sua indústria essa organização está realmente sendo feita, e caso não esteja, é interessante analisar a viabilidade da mesma.

3. Organizar o arranjo físico do layour industrial

Existem alguns fatores físicos que também devem ser levados em consideração durante o planejamento do layout industrial. Eles contribuem para um ambiente mais agradável, organizado e produtivo. Um mau arranjo físico pode levar ao aumento de custos, estocagem desnecessária de materiais, formação de filas (clientes, mercadorias, etc).

Por isso, podemos pensar em inúmeros fatores fundamentais, tais como:

  • Segurança

Demarcação de passagens, isolamento de operações perigosas, espaço compatível para que os trabalhadores possam realizar tarefas junto às máquinas ou na supervisão. Assim, você pode testar isso colocando faixas ou grades de isolamento próximos a máquinas que ofereçam perigo.

  • Boa sinalização

É necessária para orientar os operadores e administradores em seus locais de trabalho. Exemplos de sinalização são:

  1. Indicar as saídas existentes;
  2. Identificar os locais de apoio;
  3. Advertir contra eventuais perigos que possam vir a existir na obra;
  4. Advertir contra risco de queda;
  5. Indicar a obrigatoriedade do uso de equipamento de proteção individual mínimo, através de sinalização próxima ao local de execução desta atividade;
  6. Identificar os acessos e circulações de veículos e equipamentos;
  7. Indicar as áreas isoladas devido ao transporte e à circulação de materiais;  
  8. Identificar os locais em que existam substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis, explosivas e radioativas.
  • Conforto para os operadores

Evitar fatores físico-ambientais: iluminação irregular, ruídos, vibrações, temperatura. Para exemplificar, uma medida interessante seria comprar um termômetro e ver como está a temperatura do ambiente. A temperatura ideal é de 20º a 24º no verão e 23º a 26º no inverno, segundo à norma ISO 9241. Se estiver muito acima, experimente ver se é possível usar exaustores, ventiladores ou posicionar novas janelas no ambiente da fábrica.

Outra coisa que pode atrapalhar o bem estar dos funcionários é a presença de entulhos e sobras de materiais, dificultando a locomoção nas vias de circulação. Por isso, vale verificar se isso está presente em sua indústria e, caso esteja, fazer a retirada.

  • Facilidade de acesso às operações e máquinas

Ter fácil acesso é importante para que, no cotidiano, os operadores não tenham problemas em seu trabalho. Eles podem gerar queda de produtividade e atrapalhar a manutenção dessas máquinas. Por isso, veja se há fácil acesso a todas as máquinas. Caso não haja, pense em possíveis reposicionamentos ou retirada de itens que não estejam sendo utilizados do caminho.

  • Máquinas e equipamentos

Veja se as máquinas e equipamentos foram quantificados em função das suas capacidades, da eficiência e da quantidade a ser fabricada. Caso contrário, elas podem gerar gastos desnecessários de energia e espaço.

Após a leitura dessas dicas, é importante que você analise qual se encaixará melhor para seu tipo de indústria. Que tal implementar as dicas cabíveis a sua indústria hoje mesmo? É uma boa oportunidade para melhorar a sua produção!

Quer melhorar a sua produção com uma otimização de layout? Fale com um de nossos consultores!

Blenda Moreira

Graduanda em Engenharia Elétrica, atualmente trabalha como Gerente de Projetos e Assessora de Gestão de Pessoas. Gerenciou projeto de Desenvolvimento de Aplicativo.

This Post Has 6 Comments

  1. […] É comum escutarmos que investir em manutenção significa um gasto desnecessário para a fábrica. No entanto, quando tratada de forma correta, como um processo essencial para o negócio e que deve ser feito periodicamente, se torna uma ação estratégica que pode diferenciar a sua indústria das demais. A preocupação com a manutenção de todo espaço da fábrica deve ser pensada durante o planejamento do layout industrial. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *