Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro para pequenas empresas

O planejamento financeiro  é uma etapa do Plano de negócios e se mostra como uma ferramenta de boa gerência seja para vida pessoal ou para qualquer empresa. Ao realizar um plano financeiro, todas as empresas passam a ter ações mais concretas em volta de seus objetivos financeiros.

Quando fazer um planejamento financeiro ?

Geralmente, as organizações realizam o planejamento financeiro para um ano, coincidindo assim com o ano fiscal. No entanto, existem organizações que fazem diferente, fazem por período de gestão ou também por trimestre ou semestre. As metodologias usadas também são diversas, tem empresas que realizam o planejamento aliado com as metas de receitas para um determinado período de tempo, tem empresas que realizam o planejamento financeiro e o desdobram até chegar a operação de fato e também existem empresas que o realizam dividindo em tipos de gasto como: gastos operacionais e gastos com investimentos.

Planejamento financeiro é anual?

As empresas tomam a decisão de qual metodologia utilizar de acordo com o mercado, com a realidade daquele momento e também levando em consideração o fluxo de movimentações financeiras. Geralmente empresas com alto fluxo de movimentações financeiras optam por realizar planejamentos trimestrais ou semestrais. Mas nada as impede de realizar orçamentos anuais com revisões trimestrais ou até semestrais também.

Para realizar um planejamento financeiro em pequenas empresas, o gestor precisará de algumas ferramentas para auxiliá-lo como:

  • Conhecer as necessidades da pequena empresa;

  • Conhecer os objetivos da empresa para aquele período de tempo;

  • Levar em consideração o mercado em que a empresa está inserida;

  • Analisar o histórico da empresa e suas demonstrações contábeis.

Realizando um bom planejamento financeiro a empresa consegue prever dificuldades futuras, realizar readequações imediatas no presente, evitando assim a perda definitiva do controle da empresa, principalmente nos aspectos de liquidez e capital de giro.

 Curioso se suas finanças precisam disso? Leia nosso artigo e descubra se sua estrutura de custos funciona.

Pequenas e médias empresas devem gerar relatórios financeiros

Vale ressaltar que só a confecção do planejamento financeiro não é suficiente para garantir bons resultados. Após o planejamento em questão vem uma etapa crucial que é a etapa de execução que compreende o cumprimento do planejamento financeiro. Se o plano foi elaborado, cabe ao gestor tomar decisões que se pautem no seu cumprimento, de forma a atingir as metas planejadas. Por isso o acompanhamento das movimentações financeiras e as análises rotineiras são importantes, pois sem esse controle, todo o trabalho de planejamento torna-se falho.

Agora é com você

Com um bom acompanhamento dos gastos e a execução do planejamento, a organização certamente terá sucesso nas suas metas financeiras. Assim, o gestor conseguirá maximizar a rentabilidade da empresa, evitar desperdícios e garantir sua sustentabilidade financeira. 

As variáveis estudadas no planejamento financeiro dependem muito das condições do mercado, então antes de tudo recomendamos que você entenda a diferença entre pesquisa e estudo de mercado para validar quais os interesses dos clientes e fazer um planejamento financeiro que reflita a realidade

.

Gostou do artigo? Então deixe seu comentário e cadastre-se gratuitamente -se na nossa lista para receber mais dicas de gestão.

Quer saber mais sobre planejamento financeiro? Confere nosso artigo sobre estrutura de custos antes de procurar uma consultoria de gestão e entenda como as finanças de uma pequena empresa devem ser geridas.

Cristiano Maia

Graduando em Engenharia Elétrica, fez parte da Fluxo Consultoria por 2 anos como membro efetivo. Trabalhou como Gerente de Projetos, Assessor e Diretor Administrativo-Financeiro. Atualmente, no Movimento Empresa Júnior, representa a Fluxo Consultoria como Diretor Administrativo-Financeiro da RioJunior.

This Post Has 13 Comments

  1. […] Alguns bancos de investimentos ou até mesmo um investidor anjo, vão exigir uma ideia do futuro da instituição que está se filiando e investindo dinheiro. Sendo assim, a importância deste planejamento é algo essencial para quem estima abrir franquias. No lugar que de copiar a estrutura financeira e adotar modelos fora da sua realidade, entenda como criar o planejamento financeiro de uma pequena empresa. […]

  2. […] Essa nova nomenclatura é importante para a realização de diversos cálculos essenciais em uma estrutura de custos assim como para obter a Margem de Contribuição dos produtos e o Retorno do Investimento. Com isso você poderá recolher indicadores muito melhores que possam informar a verdadeira situação da sua empresa, ajudando-o a se planejar caso algo não esteja bom e assim conquistar a tão importante saúde financeira. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *