Impressão 3D Cérebro

Impressão 3D: a fábrica que cabe na sua bancada

Já aconteceu de você chegar estressado de um dia de trabalho, tratar algum equipamento da sua casa – seja a máquina de café ou a impressora que não quer ligar- com uma certa falta de cuidado e ouvir aquele terrível barulhinho “crack” de uma peça se quebrando? Nessas situações, não temos muito o que fazer: levar a máquina para o conserto frequentemente sai quase tão caro quanto comprar uma nova. Muitas vezes, trata-se apenas de um pequeno componente, que poderia facilmente ser substituído. Frustrante.

Agora, imagine que o fabricante, já ciente da fragilidade de algumas peças, disponibilizasse para seus clientes em seus sites um arquivo que permitisse que, do conforto da sua casa, você imprima uma nova peça na sua sala, da mesma forma como a papelada usada no trabalho. Parece uma realidade muito distante? Surpreendentemente, não é.

A impressão 3D é hoje um dos pilares da quarta revolução industrial. Em um mundo onde velocidade e personalização são as palavras da vez, muitas empresas estão investindo nessa tecnologia, que se popularizou nos últimos anos.

O que é uma impressora 3D?

Basicamente, é uma impressora capaz de imprimir objetos em três dimensões, pois, diferentemente das tradicionais, seu bico de impressão se move não apenas para direita/esquerda, como para frente/trás e para cima/baixo. Por ser um método de fabricação aditivo, ela funciona depositando camadas muito finas de material até formar a peça final.

Vídeo que ilustra bem o processo:

Quando surgiu essa maravilha?

Diferentemente do que se pode imaginar, a primeira técnica de impressão 3D foi criada em 1983 por Chuck Hull, fundador de uma empresa chamada 3D Systems. Sim, a tecnologia não é nem desse século! Entretanto, a patente das máquinas por essa técnica expirou apenas em 2005, e, com isso, a tecnologia tornou-se conhecida por meio de projetos “open hardware”, do surgimento de máquinas mais baratas e de sites que disponibilizavam modelos gratuitos para serem impressos.

Impressão 3D e o Mundo de Negócios

Acerca dos ramos no mercado em que as impressoras 3D têm sido utilizadas, podem ser ressaltadas as áreas da medicina, da indústria automotiva, da moda e da arquitetura, entre outros. E por qual motivo essa máquina está sendo requisitada?

A resposta é bem simples: no século XXI, tempo é dinheiro. A cada minuto, novas descobertas são feitas ao redor do mundo, e quaisquer perdas de informação significam retrabalho. Dessa forma, as empresas hoje estão investindo cada vez mais em dinamismo, e as áreas de pesquisa, como a Medicina, estão explorando cada vez mais a ideia de aprendizado compartilhado e colaborativo, para agilizar tratamentos e salvar mais vidas. E onde a impressora 3D entra nessa jogada?

No Desenvolvimento de Produtos

Imagine a seguinte cena: suponha que a Ford decida produzir uma nova peça para um dos seus carros. Fabricar uma peça nos formatos tradicionais, além de ser um processo demorado, tende a ser muito caro para produzir apenas uma unidade. Não adiantaria nada investir tempo e dinheiro para, no dia seguinte, descobrirem que seu modelo já está ultrapassado, pois algum pesquisador no outro lado do mundo encontrou uma forma melhor de fazê-lo.

A impressão 3D propicia um ciclo de prototipagem dinâmica: é possível mostrar um protótipo para seu cliente, fazer, durante a própria reunião, as modificações que forem acertadas e imprimir, ali na sala, um novo modelo. Além de tornar o processo mais dinâmico e permitir maior número de interações e modificações, também sai mais barato para pequenas quantidades. Por isso, empresas como a Ford, a Chevrolet e a GE já aderiram ao uso de impressoras 3D.

A tecnologia necessária já está disponível no Brasil, e as empresas que estão investindo nessa vertente estão se diferenciando de seus concorrentes e ganhando mercado. Se você tem uma empresa ou indústria que possui uma área de P&D, entre em contato com uma empresa especializada e acompanhe a inovação através de um projeto de Detalhamento de Peças com Prototipagem 3D.

impressão-3d-prototipagem

Ademais, a personalização também é essencial para ramos como, por exemplo, os de moda e de design. Introduzir uma peça de roupa com um conceito único, seja pelo seu material ou pelo seu formato, desperta o interesse de consumidores que buscam pela originalidade e por peças feitas sob medida. Visando esse objetivo, empresas como a Noiga e até mesmo a Adidas estão investindo na tecnologia de impressão 3D.

adidas-impressao-3d

Rompendo Barreiras na Medicina

O grande desafio para a Medicina no século XXI é romper as barreiras da ciência tradicional para tornar o atendimento mais acessível a todos, e, para isso, o custo é um fator determinante. E esse é um gap preenchido pela impressão 3D: um plástico que vale centavos ajuda pesquisadores a criarem modelos que são usados por estudantes para treinar cirurgias, tornando-os mais bem preparados. Ademais, permite um preparatório personalizado: por meio de um exame de tomografia ou de ressonância, por exemplo, é possível imprimir modelos praticamente idênticos aos órgãos do paciente, aumentando assim o preparo do médico para a cirurgia.

Próteses de baixo custo e reparação de crânio já são aplicações reais, como o recente caso dessa jovem que recebeu um implante fabricado pela tecnologia de impressão 3D. Empresas como a BioArchitects já se destacam no ramo, cuja tendência é se inserir em cada vez mais esferas na Medicina.

impressão-3d-cortex

E como a impressão 3D vai afetar o seu empreendimento?

O Gartner Group, uma famosa consultoria em tecnologia de Connecticut, publicou um estudo em que estima que o aumento nos negócios com impressoras 3D nos próximos anos vai atingir um total de mais de 6,7 milhões de unidades vendidas em 2020.

Entre as empresas que a adotaram, os resultados já são sentidos: a Ford reportou um aumento de 50% no número de patentes no curto período de um ano, por conta da implementação de técnicas de prototipagem rápida.

A perspectiva dessa adoção não é apenas em ramos como medicina ou na indústria pesada: os empreendedores também podem se beneficiar da impressão 3D para produzir protótipos com maior agilidade e baixo custo.

Quer saber como a Fluxo Consultoria pode te ajudar a aplicar essa tecnologia para otimizar a sua produção? Afinal, para ser empreendedor no Brasil e não ter que comprar uma nova máquina de café toda vez que uma peça quebra, é importante estar sempre aberto para as novas oportunidades que a tecnologia nos oferece.

Clara Costa Hildebrandt

Graduanda em Engenharia Mecânica, atualmente trabalha como Coordenadora de Projetos no setor de mecânica, materiais, metalúrgica, naval, nuclear e petróleo. Já gerenciou projetos de Desenvolvimento e Otimização de Equipamentos.

This Post Has 3 Comments

Deixe uma resposta para Descubra 4 Benefícios da Impressão 3D em Prototipagem- Fluxo Consultoria Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *