Conservar Alimentos

Como conservar alimentos por mais tempo? Melhores métodos de conservação

Vender um produto da indústria de alimentos não é uma tarefa fácil como pode parecer. Desde o momento que legumes e vegetais são colhidos da terra, peixes são pescados ou frutas são retiradas de seus pomares, por exemplo, eles começam a sofrer diversos processos de deterioração que alteram suas propriedades, tornando-os impróprios para consumo depois de certo tempo e exigindo a utilização e estudo de métodos de conservar alimentos.

Uma empresa no ramo alimentício não quer que seus alimentos percam a validade rapidamente, certo? Os gastos que são feitos com os alimentos que acabam estragando não retornam nenhum lucro, e isso não é nada agradável para uma instituição que visa o crescimento.

Por isso, é preciso entender, primeiro, quais tipos de deteriorações podem ocorres nos produtos alimentícios que armazena no estabelecimento e depois as formas de conservar alimentos por mais tempo e só depois criar um conservante ou produto químico.

Antes de conservar alimentos, devemos entender a deterioração:

Os processos de deterioração podem ser:

  • Físicos: Qualquer alteração na estrutura física do alimento, como quebra parcial e rachaduras, podem facilitar a entrada de microrganismos em seu interior e seu desenvolvimento.
  • Químicos: Os macronutrientes do alimento (proteína, carboidrato e lipídios) são utilizados por microrganismos, gerando vários tipos de compostos químicos que alteram desde o sabor do alimento até o cheiro exalado.
  • Microbiológicos: A presença de micróbios no alimento, ou a toxina gerada por eles, que podem causar doenças alimentares, como por exemplo intoxicações.

O que deve ser feito para conservar alimentos?

E aí serão necessários os métodos de conservaçãoAnálises em laboratório devem ser feitas para que seja determinado quais os processos de deterioração (físico, químico e microbiológico) que estão ocorrendo ao longo dos dias. Entre as análises realizadas estão os testes de acidez, umidade, pH, atividade de água e textura.
Dependendo do processo de deterioração, diferentes soluções podem ser tomadas a fim de conservar o alimento ou produto por mais tempo, evitando sua rápida deterioração.

Atualmente, conservar alimentos com o método por aditivos vem sendo muito utilizado no mercado. Como explicamos nesse artigo, os famosos conservantes artificiais entram em ação contra a ação microbiana, aumentando o tempo de vida dos alimentos.

Um conservante eficaz deve ser aquele que:

  • Combate o desenvolvimento de um grande número de microrganismos;
  • Não é tóxico ao ser ingeridos;
  • Não é alérgico e não leva ao aumento da propensão a alergias;
  • É eficaz em pequenas doses;
  • Não modifica cor, sabor, odor e textura.

Os conservantes químicos estão desde os pães até os industrializados, desempenhando um papel fundamental nas indústrias de alimento e na vida dos consumidores. Entretanto, muitos empreendedores arriscam-se sem apoio especializado usando conservantes populares como sorbato de potássio, uma forma perigosa de conservar alimentos e um risco aos consumidores.

ANVISA regula os métodos de conservação

Vale a pena ressaltar que existem várias legislações a serem seguidas para a adequação da conservação de um determinado alimento, pois cada tipo de alimento (frutas e vegetais, gorduras, laticínios, etc.) possui uma legislação própria e um grupo de conservantes que podem ser utilizados, e cada conservante possui uma determinação do máximo a ser utilizado na composição do produto.

Portanto, a escolha do melhor método de conservar alimentos se torna essencial para um aumento de vendas e expansão de um negócio no ramo alimentício.

Ficou com alguma dúvida sobre formas de conservar alimentos e bebidas? Não deixe de saná-la nos comentários abaixo e acompanhar as postagens do blog para mais artigos sobre o tema. Se preferir, entre em contato para saber mais dos projetos sobre métodos de conservação e tire dúvidas com consultoria  da UFRJ.

Matheus Leite

Graduando em Engenharia Química, atualmente trabalha como Gerente de Projetos e Assessor de Projetos. Já gerenciou projeto de Métodos de Conservação.

This Post Has 11 Comments

  1. Trabalho com milho curau pamonha e suco de milho.
    Qual conservante é o mais indicado para suco e curau.
    A pamonha trabalho com ela congelada.

    1. Boa tarde Leonardo.

      A questão dos conservantes é muito relativa. Muitos fatores devem ser levados em consideração, desde a quantidade de produto até o tipo de conservante (podendo ser químico ou natural por exemplo).
      Aconselho que você olhe nesse link que contém as normas em relação à aditivos alimentares.

  2. Olá, eu faço brownie de chocolate sem acucar e los carb, e gostaria de saber qual conservante usar para que ele dure mais dias e assim poder vender com mais tranquilidade.
    Att,
    Taciani

  3. Bom dia, faço pães, doces e bolos para quem segue alimentação low carb. Uso nas receitas, farinhas de oleaginosas alguns laticínios etc. gostaria de saber se há algum conservante seguro e de obter informações quanto a dosagem e modo de colocar em meus produtos de uma maneira segura para o consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *