Acreditação

Como fazer a acreditação do seu laboratório em 6 passos

A acreditação de laboratórios com INMETRO, além de aumentar a credibilidade de seus laudos perante aos clientes, pode expandir o segmentos de clientes, uma vez que grandes empresas geralmente exigem laboratórios acreditados para a realização de seus serviços. Ademais, é essencial que o laboratório possua um Manual de Boas Práticas Laboratoriais implementado antes de iniciar o processo de acreditação, pois os princípios de boas práticas de laboratório são um dos itens avaliados nas auditorias durante esse processo.

1 Definição do escopo do laboratório segundo a NIT-DICLA-016

É interessante que o laboratório defina os ensaios mais importantes para os seus clientes ou quais clientes almeja-se atingir a fim de realizar esse investimento apenas nas análises essenciais, uma vez que é possível acreditar as análises separadamente. Com o passar do tempo, se for de interesse do laboratório, pode-se expandir esse escopo com o intuito de prestar um maior número de serviços. Após essa definição, deve-se preencher os formulários que se encontram no site do INMETRO (FOR-CGCRE-003) informando a área de atividade ou produto, classe de ensaio e descrição do mesmo e norma ou procedimento relativos a cada ensaio que se almeja acreditar.

2 Preparação Inicial

Antes de solicitar a acreditação de ensaios no laboratório, deve-se ter implementado um sistema de gestão da qualidade e possuir o manual da qualidade do laboratório ou organização ao qual pertence. Todos os equipamentos utilizados nos ensaios devem estar calibrados (NIT-DICLA-030), como por exemplo, balanças, pipetas e espectrômetros. Além disso, o laboratório deve participar de atividades de ensaio de proficiência (NIT-DICLA-026), nos quais são realizadas uma série de análises comparativas de uma mesma amostra em laboratórios diferentes a fim de atestar a confiabilidade dos laudos emitidos pelo laboratório que se almeja acreditar.

3 Solicitação da Acreditação

A solicitação de acreditação pode ser realizada no próprio site do INMETRO. A após essa solicitação, os responsáveis possuem 20 dias para apresentarem todos os documentos necessários (formulário de escopo devidamente preenchido, Manual da Qualidade, procedimentos técnicos, administrativos, operacionais, certificados, relatórios, laudos, memoriais de cálculos, softwares e outros documentos técnicos e do sistema de gestão).

4 Auditoria de medição

Após uma análise crítica de todos os documentos enviados, o pedido de acreditação pode ser aprovado. Caso isso não ocorra, os responsáveis do laboratório são informados acerca de quais ações necessitam ser tomadas para viabilizar a acreditação. E caso seja aprovado o prosseguimento com o processo, um Gestor de Acreditação é alocado para formar uma equipe de avaliação. As auditorias de medição, geridas por essa equipe, consistem em comparações interlaboratoriais para avaliar a competência técnica. Nessas auditorias é verificado se: os valores dos laudos emitidos estão de acordo com os valores pré-determinados, as incertezas informadas estão de acordo com a capacidade do laboratório, o padrão itinerante (comum a todos os laboratórios participantes do programa) é manipulado corretamente, e a análise crítica dos pedidos, propostas e contratos é realizada pelos responsáveis do laboratório.

Caso o laboratório não esteja conforme em algum dos itens avaliados, os resultados da calibração podem ser revisados e uma nova auditoria de medição é realizada. Se mesmo assim os resultados ainda não estejam satisfatórios, os ensaios reprovados podem ser retirados do escopo de acreditação.

5 Análise da documentação e Avaliação

Todos os documentos apresentados são analisados pela equipe de avaliação com um prazo de até 30 dias. Também é realizada uma avaliação da implementação do sistema de gestão da qualidade e da qualificação técnica do laboratório para os ensaios que solicitou acreditação por meio de visitas às instalações físicas do laboratório.

Após as auditorias da equipe de avaliação, é emitido um relatório no qual a acreditação é recomendada ou não. A acreditação pode não ser recomendada caso o exista um grande número de não-conformidades. No entanto, a acreditação pode ser recomendada pela equipe e ainda existirem não-conformidades a serem corrigidas, contudo, em uma quantidade muito reduzida. Todas as ações corretivas em ambos os casos são registradas nesse relatório de avaliação para que os processos estejam mapeados.

6 Decisão final e Manutenção

O coordenador da Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro decide, com base nas recomendações da equipe de avaliação, se concede ou não a acreditação ao laboratório avaliado. Caso seja aprovada, o laboratório recebe um certificado oficial e deve realizar avaliações periódicas de 12 meses, na primeira avaliação, e em até 24 meses nas demais. Ademais, o laboratório deve participar do programa de monitoramento de acreditação organizados pelo DICLA no qual os documentos e resultados dos ensaios de proficiência são avaliados para a manutenção de sua certificação.

Ficou com alguma dúvida sobre a acreditação de laboratórios? Não deixe de tira-la nos comentários abaixo e acompanhe o blog para mais dicas sobre o assunto!

Mariana Zeitune

Graduanda em Química Industrial, atualmente trabalha como Gerente de Projetos e Assessora de Qualidade. Gerenciou projetos de Neutralização de Carbono, Manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF) e Manual de Boas Práticas de Laboratório (BPL).

This Post Has 3 Comments

  1. Muito interessante, actualmente trabalha no CRCTN, tem um projecto com a designação, Laboratório de analises microbiológicas e controle de qualidade de alimentos, e esta na fase inicial, de pedido de financiamento para a construção de infraestruturas do laboratório.

  2. Bom dia!

    gostaria de saber, além dessas informações se e possível a acreditação do laboratório voltado a instrumentos específicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *