Conservantes Em Alimentos O Que Sao Como Funcionam

Conservantes Naturais, Caseiros e Artificiais para alimentos: saiba o que são e como escolhê-los

Conservantes Caseiros ou Artificiais? Conheça as diferenças

Conservantes são substâncias naturais ou artificiais usadas para a conservação de alimentos, produtos farmacêuticos, tintas, madeiras e outros diversos produtos.

Na indústria alimentícia, eles são utilizados principalmente para manter as características (sabor, consistência e aparência) e o valor nutritivo dos alimentos. Alguns conservantes naturais, como o sal e vinagre por exemplo, são utilizados há séculos, visto que são ótimos antimicrobianos.

Tipos de conservantes para alimentos industrializados

Conservantes podem ser considerados como aditivos, pois o único propósito do grupo é conservar o alimento, procurando sempre não alterar suas propriedades físicas, químicas e nutritivas. Eles podem ser categorizados em três tipos:

tipos-de-conservantes

  • Antioxidantes

Esse tipo de conservante impede que o alimento reaja com o oxigênio, ou seja, oxide. Assim como o oxigênio presente na atmosfera oxida o ferro, o mesmo efeito pode ocorrer com alimentos expostos. É fácil observar esse processo ao cortar uma maçã e deixá-la em contato com o ar, por exemplo, já que a mesma rapidamente fica escurecida.

Um antioxidante bastante comum usado em alimentos é o ácido ascórbico (vitamina C). O seu efeito é perceptível quando a mesma experiência realizada com a maçã é refeita com a laranja: ao deixá-la cortada em contato com o ar, demora muito mais para escurecer.

  • Antimicrobianos

Atuam inibindo micro-organismos que podem prejudicar a qualidade do alimento. Como já citado anteriormente, o sal é o exemplo mais tradicional desse tipo de conservante. O cloreto de sódio (também conhecido como sal de cozinha) absorve a água presente no alimento e evita que o mesmo absorva água presente no ar, o que impede que os micro-organismos se desenvolvam. Uma forma mais drástica de conservar os alimentos usando esse mecanismo é a desidratação. Alimentos que são desidratados para a venda são frequentemente salgados, e têm sua validade bastante estendida.

  • Inibidores enzimáticos

Alguns alimentos possuem enzimas que aceleram o seu próprio processo de degradação, como é o caso da batata, por isso a mesma escurece tão rápido em contato com o ar. Conservantes desse tipo atuam no retardo ou impedimento da atuação dessas enzimas, evitando a rápida deterioração do alimento.

Como identificar os conservantes adequados para bolos, doces  ou bebidas?

metodos-de-conservacao

Para saber quais conservantes são utilizados em um certo tipo de alimento, é necessário verificar o rótulo do mesmo. Porém, nos produtos comercializados no Brasil, os conservantes são expostos pelo seu código, seu INS (Sistema Internacional de Numeração de Aditivos). Para verificar a lista, basta entrar no site da Anvisa.

A vitamina C e o sal são truques clássicos para a conservação caseira de alimentos. Porém, ao iniciar uma produção em maior escala, especialmente na comercialização, muitas vezes é necessário estudar qual o melhor tipo de conservante a ser utilizado. Nesses casos, é necessário fazer um estudo dos Métodos de Conservação adequados ao produto.

Ficou interessado sobre a questão de conservantes para comercialização? Entre em contato conosco.

Fluxo Consultoria

Somos um grupo de graduandos da UFRJ que decidiu ir além das salas de aula da mais tradicional Escola de Engenharia do Brasil. Em busca de vivência empresarial e experiência em gestão, queremos nos preparar o quanto antes para o mercado de trabalho. Para isso, realizamos projetos de engenharia com a supervisão dos professores para resolver os problemas de nossos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *