Rotulagem Nutricional

Rotulagem Nutricional: Você sabe o que está consumindo?

Benefícios da Rotulagem Nutricional

O rótulo é o meio de comunicação essencial entre o produto e o consumidor. É através dele que o público pode saber exatamente o que está comprando. Sendo assim, é de extrema importância que as informações sejam claras e orientem a escolha adequada de alimentos. Apesar da maioria das pessoas consultarem o rótulo no momento da compra, grande parte não compreende adequadamente o significado das informações.

Com as normas que tornam obrigatória a declaração do conteúdo nutricional dos alimentos, o que chamamos de Rotulagem Nutricional, os dados impressos nos rótulos passaram a ser ainda mais complexos, demandando maior conhecimento do consumidor para interpretá-los.

Reunimos então algumas dicas que podem guiá-lo no momento de entender os rótulos dos alimentos e saber quais as informações que devem ser levadas em conta seja rotulando seu produto ou fazendo compras no supermercado.

O que é obrigatório?

  • Lista de ingredientes:

    Vai informar tudo o que compõe o produto. A lista deve estar sempre em ordem decrescente: o primeiro é aquele que estiver em maior quantidade. Além disso, alimentos de ingredientes únicos, como açúcar e leite, não precisam apresentar essa lista.

  • Origem:

    É preciso que o consumidor conheça onde o alimento foi fabricado, sabendo, assim, a procedência deste caso seja necessário entrar em contato com o fabricante.

  • Prazo de Validade:

    Os produtos devem apresentar pelo menos o dia e o mês quando o prazo de validade for inferior a três meses. Já quando tiverem prazo de validade superior a três meses, devem exibir o mês e o ano. Essa informação pode ser obtida através do teste de prateleira e aumentada através de métodos de conservação.

  • Conteúdo Líquido:

    Indica a quantidade total de produto contido na embalagem. O valor deve ser expresso em unidade de massa (quilo) ou volume (litro).

  • Lote:

    É um número que faz parte do controle na produção. Caso haja algum problema, o produto pode ser recolhido ou analisado pelo lote ao qual pertence e esse controle pode ser feito na rotulagem.

  • Informação Nutricional Obrigatória:

    Sua leitura é importante porque a partir das informações nutricionais você pode fazer escolhas mais saudáveis para si e sua família. Sendo assim, a rotulagem nutricional é um diferencial competitivo para quem quer empreender no setor de alimentos e pode aumentar o ticket médio dos produtos.

  • Como fazer alimentos durarem mais?
  • Conservantes Naturais e Caseiros em alimentos: conheça os benefícios e como escolher

O que é a Informação Nutricional Obrigatória?

É a tabela nutricional. Normalmente é a parte no rótulo que mais gera dúvidas nos consumidores na hora da compra, sendo um diferencial quando bem realizada. É obrigatório que ela tenha os seguintes pontos especificados:

modelo tabela nutricional

  • Porção:

    É a quantidade média do alimento que deve ser usualmente consumida por pessoas sadias a cada vez que o alimento é ingerido, promovendo a alimentação saudável.

  • Percentual de Valores Diários (%VD):

    É um número em percentual que indica o quanto o produto em questão apresenta de energia e nutrientes em relação a uma dieta 2000 calorias, na qual cada nutriente apresenta um valor diferente para se calcular a %VD.

  • Medida Caseira:

    Indica a medida normalmente utilizada pelo consumidor para medir alimentos. Por exemplo: fatias, unidades, colheres de sopa. Essa informação ajuda você a entender melhor as demais informações nutricionais.

Sendo assim, além de saber o que significa o valor diário de referência, ou seja, o quanto deve ser consumido de cada nutriente por dia, e entender o significado de cada um dentro da informação nutricional obrigatória, é importante saber conectar e utilizar todos esses dados.

No entanto, não é necessário ter o trabalho de somar todas as quantidades de nutrientes (através do valor da porção) cada vez que consumir um alimento para saber se atingiu as recomendações diárias. O essencial é que o consumidor escolha sempre os alimentos mais saudáveis a partir da comparação entre os rótulos de produtos semelhantes. Para isso, basta saber que um alto %VD indica que o produto apresenta alto teor de determinado nutriente. Já os produtos com %VD reduzido indicam o contrário. Para ter uma alimentação mais saudável dê sempre preferência a produtos com baixo %VD para gorduras saturadas, gorduras trans e sódio e produtos com alto %VD para as fibras alimentares.

Entender melhor o que dizem os rótulos dos alimentos significa um avanço para a melhoria da saúde e qualidade de vida de cada consumidor e de suas famílias. Além disso, produtores precisam do rótulo para comercializar alimentos em restaurantes e mercados. Ou seja, a rotulagem além de evitar multas ainda pode aumentar o faturamento.

Gostou do artigo sobre rotulagem nutricional? Então compartilhe nas redes sociais e inscreva-se na nossa newsletter para receber novos conteúdos. Lembre-se, esse e o primeiro passo para se implementar boas práticas. Com o crescimento da sua produção, é interessante buscar métodos de conservação para alimentos.

Luiza Guimarães

Graduanda em Engenharia Química, atualmente trabalha como Gerente de Projetos e Assessora de Marketing. Gerenciou projeto de Métodos de Conservação em Alimentos.

This Post Has 2 Comments

  1. […] Seguindo as normas determinadas pelos órgãos fiscalizadores, a elaboração das informações nutricionais possui papel importante na geração de melhor qualidade de vida para a população. A rotulagem nutricional deve ser vista pelo fabricante como algo que vai além apenas do cumprimento da lei, pois ela é a ferramenta que dá, ao consumidor, o direito de conhecer, analisar e selecionar os produtos que farão parte da sua alimentação diária como explicamos nesse artigo de rotulagem para consumidores. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *