Seo

Como melhorar o SEO do seu site

A qualidade de um site começa a ser avaliada primordialmente na aparência. Páginas com uma diagramação estranha, cores fortes e que não combinam podem desestimular os visitantes a continuar navegando no seu site, além de causar um aumento na taxa de rejeição, o que consequentemente diminui as conversões e faz perder posições no ranking do Google.

Taxa de rejeição está relacionada a queda de posições. Lembre-se que você tem em média 2 segundos para conquistar a atenção do visitante, então não perca tempo com um design muito complexo, pois provavelmente o visitante nem prestará atenção nisso.

A dica é usar o que sempre funciona: cores agradáveis e que combinem entre si, informações bem posicionadas e uma diagramação padrão para o conteúdo.

Para chegar a melhor maneira de organizar a estrutura é simples, basta se imaginar do outro lado. Qual seria a forma mais fácil de sair da página inicial e chegar à página de conversão do seu site? Por quais caminhos você quer passar até chegar ao objetivo? Mostre aos visitantes o melhor caminho, afunile as informações de modo a indicar sempre a rota certa de conversão.

Uma boa estruturação também envolve o uso de termos otimizados com palavras-chave. O uso de palavras sem otimização pode até fazer seu site ficar em primeiro para algumas buscas, mas você vai perceber que os acessos não crescem.

     As palavras-chave serão as responsáveis pela segmentação do seu público-alvo.

Bem, mas afinal o que é SEO? SEO é a sigla em inglês para Search Engine Optimization. Em português, o termo significa Otimização para Sites de Busca, para melhorar a sua posição nas Buscas Orgânicas. Nos buscadores, alguns sites são destacados através de campanhas de links patrocinados, através do sistema do Google AdWords, outros sites aparecem destacados de acordo com um processo interno dos buscadores e ocupam uma posição privilegiada de forma natural e grátis. Esses resultados naturais (não pagos) são os resultados das Buscas Orgânicas.

     Na prática, SEO significa se utilizar de técnicas para melhorar a posição do seu site no Google e fazer com que a página tenha mais visibilidade.

  • Prefira sempre URLs amigáveis. São fáceis de lembrar e o Google dá pontos para URLs com termos relevantes. Lembre-se também de não colocar nas URLs conectivos como e, na, de, em, etc.
  • Faça um estudo de palavras-chaves e termos importantes para o site. Pergunte para usuários como eles chegaram até o site, se chegaram por algum sistema de busca (Google, Bing), pergunte pelo termo que ele utilizou. Selecione pessoas que não tem nada a ver com desenvolvimento e peça a elas para que façam uma busca no Google sobre o assunto que o site é relacionado. Essa é uma das melhores maneiras de saber quais as palavras mais importantes e que devem compor os textos do site.

Por exemplo, você tem um site onde os principais produtos são tênis. Quais termos você usaria para encontrar seu produto? Você pode achar que tênis já é um termo perfeito, mas se você pensar melhor o termo tênis é muito geral e esse tipo de palavra possui alta concorrência.

SEO é gratuito e traz resultados no longo prazo

A saída é a Long Tail (Cauda Longa), essa técnica é basicamente uma forma de usar palavras com um número de busca pequeno, mas que usadas em grupo formam uma otimização superior a uma palavra muito buscada. Levando o conceito para nosso caso, podemos então usar no lugar de “tênis”, algumas palavras como “tênis em promoção” e “tênis confortável” ou ainda melhor “tênis esportivo confortável para corridas”. Seja mais objetivo a respeito do seu produto, assim você vai atrair pessoas mais específicas e ter maior chance de conversão.

Boas palavras não são nada sem um bom conteúdo para dar contexto e conexão ao site. Sua página é encontrada através das palavras-chave, daí a importância das Keywords, mas elas sozinhas não são suficientes. É preciso conteúdo, algo que dê nexo às palavras escolhidas e oferecer informação com qualidade (em texto, fotos, áudio ou vídeo).

Títulos, Subtítulos, é uma boa maneira para dar mais relevância aos termos mais importantes do site.

     Nunca repita demasiadamente níveis de títulos.

Se você rechear seu código apenas com um tipo de título, por exemplo, H2. Você não estará dizendo ao buscador qual informação é mais importante. Ele entenderá que você está tentando dizer que todos os títulos têm a mesma importância, o que, obviamente está errado. Ele não conseguirá distinguir qual conteúdo é mais relevante e não pontuará bem seu site. Por isso, mescle os títulos.

O title da página é a primeira coisa que os robôs do Google leem no seu site. Por isso devem conter informações para atrair e conquistar a rotulação de página confiável. Use os mesmos princípios do H1, palavras otimizadas e também seja criativo para atrair a atenção dos navegantes.  Entretanto, nos anúncios ($) existem as Bad Words, que são exatamente o contrário, palavras pelas quais você não deseja ser encontrado.

Não se esqueça, SEO é um projeto que tem início e não deve ter um fim, pois para manter um site bem posicionado organicamente, é fundamental que o processo de otimização do site fique ativo, caso contrário seu concorrente irá tomar seu posicionamento.

 

Carlos Serra Menezes

Graduando em Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Rio de Janeiro, Gerente de Projetos e Assessor de Marketing na Fluxo Consultoria. Já gerenciou projetos Banco de Dados, Sistema Web e Aplicativos, na metodologia SCRUM. Responsável pelo Site da Fluxo Consultoria, Marketing Digital e a área de Divulgação da Empresa.

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *