skip to Main Content
Dicas Para Economizar Energia

10 dicas efetivas para economizar energia em sua empresa

Economizar energia elétrica é uma atitude sempre positiva, seja para diminuir os gastos no final do mês, seja para proteger o meio ambiente. Existem medidas simples que podem fazer toda a diferença em sua conta de luz. Neste texto, listamos dez delas.

1. Substitua os aparelhos e equipamentos muito antigos por modelos mais modernos

Os equipamentos mais modernos são produzidos para serem eficientes e econômicos. Embora inicialmente o custo possa pesar um pouco no bolso, em alguns meses o investimento acaba sendo compensado. Porém, é importante também realizar a manutenção dos aparelhos de tempos em tempos. Isso garante o bom funcionamento e aumenta sua durabilidade. Outro ponto de atenção deve ser em relação à necessidade de usar tomadas específicas para casos de equipamentos de alta potência. Quando a tomada não é adequada, o aparelho pode não trabalhar da forma correta e acabar gastando mais energia.

2. Atenção aos aparelhos em stand by

Aparelhos que possuem o modo de espera (stand by), como televisores, computadores, micro-ondas, entre outros, podem causar um aumento significativo na conta de luz. É fácil identificar quando esse modo está acionado: uma luz vermelha fica acesa. Isso pode aumentar a conta em cerca de 20%. A dica é desligar os aparelhos da tomada.  

3. Pinte o ambiente com tons claros

Ambientes nos quais predominam as cores claras refletem e espalham melhor a luz. Além disso, tente tambémdiminuir o número de divisórias que possam dificultar a difusão da luz ou procure instalar divisórias mais baixas. O uso de mobílias claras também pode ajudar.

4. Troque as lâmpadas comuns por lâmpada LED

lâmpada LED consome menos energia e é mais eficiente, quando comparada a outros tipos de lâmpada. Mas antes de trocar todas as lâmpadas do escritório por lâmpada LED, informe-se sobre as diferenças entre as lâmpadas e avalie qual a mais adequada para o seu ambiente.

5. Aproveite a luz natural

Tente utilizar ao máximo a luz natural. Aproxime os postos de trabalho das janelas e organize o espaço de trabalho para aproveitar essa iluminação.

6. Desligue as luzes e os aparelhos quando sair

Muita gente esquece de desligar tudo ao sair, mas essa é uma das maneiras mais simples e eficientes de poupar energia. Apague as luzes e procure desligar todos os aparelhos, se possível, da tomada. Existem sensores de presença e temporizadores que podem ajudar nessa tarefa. Sistemas de automação também são uma opção. Com eles, com um único comando é possível controlar essas funções.

7. Fique atento aos computadores

Se você tem dúvidas sobre o que pode gerar maior economia de energia, saiba que desligar totalmente o aparelho, em vez de acionar a função suspender, é sempre mais vantajoso. Caso não seja viável ter que ligar o computador sempre que for dar início aos trabalhos, tente a opção hibernar. Ela salva o trabalho e mantém tudo que estava aberto, como as abas ou páginas da internet, mas o computador fica desligado. Ativar o computador novamente pode demorar um pouco mais, mas pelo menos consegue-se economizar mais energia. Já quando a ideia é dar apenas uma pausa no trabalho, para um café ou um lanche, desligue apenas o monitor.

8. Evite o pico de consumo de energia

É considerado o horário de pico o período que vai das 17h às 22, quando as pessoas voltam para suas casas e realizam várias atividades que aumentam o consumo de energia. Isso faz com que as tarifas tenham um preço mais elevado. Quando for possível, adapte os horários de funcionamento do seu negócio fora desse período. 

9. Conscientize os funcionários sobre a importância de economizar energia

Para que as ações que visam reduzir o consumo de energia sejam efetivas, elas precisam contar com a ajuda de todos. Promova palestras, dinâmicas, crie informativos e cartazes conscientizando os colaboradores e explicando quais medidas eles podem tomar no dia a dia para diminuir o consumo de energia.

10. Adquira aparelhos com selo Procel

O selo Procel é um adesivo colocado nos equipamentos cujo objetivo é de orientar os consumidores sobre o desempenho dos aparelhos em relação ao nível de eficiência energética, conforme estabelecido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Os equipamentos com o selo são classificados de A a G, sendo a letra A determinada para o equipamento de menor consumo energético.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *