Skip to content

Fluxo Consultoria – Consultoria em Engenharia da UFRJ

5 Erros Comuns ao fazer uma análise de dados

5 Erros Comuns ao fazer uma análise de dados

O mundo atual está ficando cada vez mais digitalizado e a Ciência de Dados, que consiste na  prática de coletar, analisar e interpretar grandes volumes de dados para extrair insights e conhecimentos valiosos, está ganhando muita força. Com isso, mais tecnologias e profissionais dessa área estão surgindo e se desenvolvendo rapidamente, pois a sociedade está percebendo que dados são muito valiosos para tudo em nosso cotidiano, sendo quase uma moeda de troca . 

Tal percepção da importância dos dados e crescimento deste setor está fazendo com que num futuro muito próximo, todas as empresas tenham isso. Podendo ser desde um simples banco de dados bem estruturado para análise, indo até uma grande área destinada a dados, com Engenharia e Análise de Dados, além de Machine Learning, para empresas mais maduras.

Entretanto, para chegar nesses altos patamares de análise de dados empresarial é necessário começar de algum lugar. Por isso, é fundamental ter um bom início desse setor, com muita atenção e organização com as informações, para conseguir ter resultados positivos rapidamente.

Com a finalidade de ajudar as empresas na implementação de dados em sua empresa, evitando erros e acelerando o sucesso dessa jornada, foi criado esse blog com alguns erros muito comuns que podem ser evitados.

Erro 1: Coletar Dados sem Foco ou Estratégia

De início, é fundamental o empresário saber o foco da sua análise, o qual pode variar muito de acordo com a empresa, área de atuação, momento atual, entre outros pontos. Por isso, é importante traçar estratégias e saber exatamente quais dados são relevantes para análise neste momento inicial. Certamente, o ideal é analisar todas as informações de todas as áreas da empresa, todavia no início talvez seja interessante focar em áreas e indicadores estratégicos, como os financeiros e de vendas, por exemplo.

Ainda que existam alguns indicadores muito importantes para quase todas as empresas, como: CAC (Custo de Aquisição por Cliente); ROI (Return of Investiment); Custos Operacionais; Produtos vendidos ou Serviços prestados; Satisfação do Cliente, entre outros, cabe a liderança da empresa, juntamente com profissionais capacitados, determinar quais são os dados importantes para analisar logo nesse início, levando em consideração o planejamento estratégico da empresa e o momento atual também. 

Por isso, essa etapa de definição de quais dados se devem coletar é fundamental para os objetivos determinados, apesar de não ser valorizada pelos empresários que acabam cometendo esse erro. 

Erro 2: Não Validar a Qualidade dos Dados

Tendo sido definidos as estratégias e objetivos da empresa e, por conseguinte, os dados para a análise, é necessário garantir que os mesmos sejam tratados de forma adequada e que tenham qualidade. Porém, o que é qualidade de Dados?

Qualidade de dados é a integridade, precisão e consistência das informações de um banco de dados, sendo fundamental para garantir a precisão e confiabilidade em análises e tomadas de decisões. Garantir uma boa qualidade é fundamental, pois influencia diretamente na eficácia das estratégias empresariais e na confiança das conclusões obtidas. Caso os dados sejam de baixa qualidade, insights equivocados, decisões errôneas e prejuízos financeiros se tornam mais suscetíveis a acontecer. 

Desta forma, fica claro que é um erro não buscar ao máximo dados de qualidade. Para isso, faz-se necessário uma abordagem abrangente que englobe desde a coleta até o armazenamento e análise. Isso envolve a implementação de processos de padronização, validação e limpeza de dados para eliminar inconsistências, erros e duplicações. 

Além disso, a automação de tarefas repetitivas, a utilização de ferramentas adequadas e ainda a capacitação da equipe são passos cruciais para assegurar que os dados permaneçam precisos, confiáveis e prontos para embasar decisões estratégicas sólidas.

Erro 3: Ignorar a Privacidade e Segurança dos Dados

Um ponto importantíssimo a se destacar é sobre a privacidade dos dados, sejam eles da própria empresa ou de seus clientes e parceiros. Atualmente existe a Lei 13.709, também conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que dispõe sobre o tratamento dos dados pessoais, que visa proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade. Porém, ainda existem empresas que cometem o erro de não dar a devida atenção a este tópico.

fluxo banner

Esta lei impacta diretamente todos os brasileiros, seja como pessoa física ou jurídica, independente do setor de atuação, seja nos direitos ou deveres. Atualmente ela está muito em foco e com uma alta cobrança nas empresas com bancos de dados, pois, como foi dito, dados estão sendo considerados cada vez mais valiosos no mundo atual. Um ponto relevante a destacar desta lei é o fato do seu principal foco serem os dados pessoais dos indivíduos prezando pela maior segurança e privacidade dos mesmos. Esta busca por uma maior privacidade de seus dados pessoais é uma crescente tanto do ponto de vista dos usuários, quanto das empresas, pois desta forma elas não tem nenhum problema jurídico e ainda ganham a confiança dos clientes. Uma prova disso são as propagandas de grandes empresas, como Apple e Itaú, que buscam não só falar dos seus produtos, como também da preocupação com a segurança dos dados pessoais. 

Além disso, os empresários devem ter muito cuidado com as suas próprias informações, visto que todas as empresas possuem informações sigilosas que não podem sair de dentro do negócio. O vazamento destas informações pode causar problemas legais e financeiros para a empresa, além da perda da confiança dos usuários. Algumas opções de preservação dessas informações podem ser mecanismos de proteção contra vírus e hackers, além de restrição ao acesso a certos dados.

Erro 4: Não Traduzir Dados em Ações Concretas

Com os dados e indicadores prontos chega o momento no qual muitos empresários acabam travando, pois não sabem exatamente o que fazer com todos esses números. Pode acontecer das empresas não colocarem essas informações da maneira mais visual possível, dificultando nessas tomada de decisões. Portanto, é importante falar que é muito útil colocar todos esses dados de forma mais visível e de fácil compreensão possível, como um gráfico ou fluxograma.

7dhCMu9ttcGQDBgvPJdvCVM9IvjBxIbwSMGhr1EysMfheFe7OUq1

Tendo os dados coletados, tratados e compilados, parte-se para a etapa da análise e geração de insights para a tomada de decisões. Alguns exemplos de tomadas de decisões podem ser sobre a performance das estratégias de marketing adotadas e fazer uma análise do mês, trimestre, semestre ou ano; sobre qual estratégia foi mais eficiente; e qual a maior chegada.

Além disso, os dados podem ser utilizados para localizar um problema, como insatisfação do cliente com o produto ou serviço, através do estudo dos números do Net Promoter Score(NPS); ou para tomar decisões importantes com confiança, como encomendar mais produtos em mês específico, pois, com base nos dados históricos desse mês, é sabido que o número de vendas é maior; ou recompensar um funcionário que teve uma boa performance durante o último trimestre, são mais alguns exemplos. 

Torna-se evidente, portanto, que não adianta nada ter todo o trabalho para conseguir compilar e analisar todos esses insumos e não tomar nenhuma ação concreta para melhorar e crescer com a empresa.

Erro 5: Não Contar com as Pessoas Certas

Por último, mas não menos importante, um dos motivos pelo qual muitos empresários não conseguem implementar análise de dados com sucesso nos seus negócios deve-se ao fato de não terem pessoas adequadas

A ausência desses profissionais pode ser na parte de definição de quais indicadores analisar, na estruturação do banco de dados, onde vimos que é o pilar para toda empresa que deseja começar com esse setor.

 Podem ser também na construção de dashboard ou na parte da análise mesmo, pois tantos números e informações podem parecer confusos e até um pouco assustadores para muitas pessoas, visto que algumas não entendem exatamente o que significam ou representam, tampouco sabem exatamente o que fazer em alguns casos. 

Por isso, é fundamental que tenham pessoas com experiência técnica para ajudar e operar nessa área tão importante para as empresas e que, como vimos, só tende a crescer. Essas pessoas podem ser funcionários da própria empresa ou terceirizados também, podendo ser desde programadores, engenheiros, analistas de dados, consultores, ou até mesmo alguns especialistas na área que a empresa quer focar, como marketing por exemplo, para analisar.

Como a Fluxo pode te ajudar?

Como vimos, a análise de dados pode ser complexa e exigir conhecimentos muito específicos. Por isso, é importante buscar ajuda de especialistas quando for necessário. Você pode contar com a ajuda de empresas especializadas em consultoria empresarial, como a Fluxo Consultoria que atua há mais de 30 anos no mercado. Já resolve,os problemas para empresas como Gerdau, Ambev, Botafogo, Lojas Americanas, assim como já tornou mais de mil sonhos realidades. Clique aqui e entre em contato com o nosso time!

Visite nosso site para conhecer mais sobre nosso trabalho e, ainda por cima, garantir o sucesso do seu!

Template autor de blog 11
Banners6
Banners7

Marketing Fluxo

Somos um grupo de graduandos da UFRJ que decidiu ir além das salas de aula da mais tradicional Escola de Engenharia do Brasil. Em busca de vivência empresarial e experiência em gestão, queremos nos preparar o quanto antes para o mercado de trabalho. Para isso, realizamos projetos de engenharia com a supervisão dos professores para resolver os problemas de nossos clientes.

Escreva um Comentário

O que é Fluxo?

Somos uma empresa júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de acordo com a Lei 13.267/2016, e realizamos projetos de consultoria em engenharia. 

Posts Recentes

Siga-nos

Se inscreva em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades e conteúdos em primeira mão 

Há mais de 30 anos, a Fluxo realiza projetos de engenharia, com infraestrutura e tecnologia da UFRJ. Prestamos serviços para pessoas físicas, pequenos empreendedores e grandes empresas do mercado. Por isso, temos ampla experiência em consultoria e oferecemos soluções personalizadas para você.