skip to Main Content
Pessoa Estudando Sobre Aproveitamento De água

Aproveitamento de Água: 4 formas de reaproveitá-la de maneira sustentável

Nos dias de hoje muito se fala sobre sustentabilidade e como podemos ser mais sustentáveis no nosso dia a dia, não é mesmo?!

Existem diversas formas de contribuir para uma sociedade mais sustentável e o aproveitamento da água é uma delas. 

A água da chuva é um recurso natural gratuito que infelizmente é bastante desperdiçado.

A escassez de água tem se tornado um problema mundial cada vez mais acentuado. Deixou de ser exclusividade do Nordeste do nosso país, de países africanos ou de regiões de extrema pobreza e passou a ser uma situação preocupante do nosso planeta. 

Aqui no Brasil, ela escorre e se mistura ao sistema de drenagem. A triste realidade de um país tão rico em recursos naturais, mas que muitas vezes não consegue aproveitá-lo de forma inteligente. 

Embora seu uso sem tratamento não seja recomendado para a ingestão, o aproveitamento da água pode ser uma das diversas finalidades não potáveis que podem contribuir para um país mais sustentável. 

Infelizmente, muitas pessoas até pensam em aderir a essa alternativa, porém não sabem como isso pode ser feito e se esse hábito pode prejudicar a saúde.

Se deseja saber mais sobre o aproveitamento da água e como reaproveitá-la de maneira sustentável, continue aqui conosco.

A importância do aproveitamento da água 

O aproveitamento da água da chuva é uma ótima alternativa não só aos gastos excessivos em relação a sua conta, como também em questões de sustentabilidade. 

Quando falamos em sustentabilidade, devemos considerar não apenas as escolhas de compra e o consumo, mas também as formas de utilização e reuso dos bens e recursos disponíveis na natureza. 

A água da chuva é praticamente totalmente desperdiçada, sendo considerada como esgoto.

O seu trajeto mais comum é passar pelos telhados e pisos e ir direto para as bocas de lobo – conhecidas também como meio fio vazado, um elemento essencial para o correto escoamento d’água. 

Dessa forma, a água age como um “solvente universal” carregando consigo todo tipo de impureza dissolvida ou apenas leva resíduos mecanicamente para um córrego e, posteriormente, para os rios. 

Como podemos ver, essa é a principal forma pela qual o lixo chega aos oceanos. Neste sentido, a reutilização da água da chuva é uma das melhores formas de evitar esse tipo de problema ambiental.

É uma forma de gerar economia, preservar o meio ambiente, evitar racionamento e também uma solução eficiente para evitar o desperdício. 

9 Benefícios para aproveitar a água 

O aproveitamento da água pode trazer diversos benefícios para o meio ambiente e não somente a ele, os benefícios refletem também para seu imóvel, rotina e custos. Vejamos:

  1. Redução dos riscos de racionamentos e falta de água;
  2. Redução de enchentes;
  3. Economia com a conta;
  4. Irrigação das plantas;
  5. Aumenta a geração de emprego;
  6. Valorização imobiliária;
  7. Água para limpeza de carros, áreas comuns e calçadas;
  8. Redução de crises hídricas causadas pelo alto consumo e baixa disponibilidade do recurso;
  9. Redução dos impactos e destruição ambiental.

Como funciona o sistema de aproveitamento de água?

Os problemas de escassez que estão sendo enfrentados pelo mundo podem ter se formado por diversos fatores: em decorrência do desenvolvimento desordenado das cidades, da poluição dos recursos hídricos, do crescimento populacional e industrial, entre outros.

Infelizmente no Brasil é um país que embora existam alguns lugares que a escassez de água seja cruel, não existe a cultura de aproveitamento de água das chuvas, gerando um grande desperdício desse recurso natural. 

Na Alemanha, por exemplo, essa água é coletada em um sistema individual, onde alguns distritos subsidiam estas instalações.

Realizando o processo de aproveitamento desse recurso natural, contribuímos com a diminuição da escassez de água, que já atinge várias regiões do país. 

Uma das formas mais simples de evitar esse desperdício é utilizando o sistema de aproveitamento de água da chuva para uso não potável nas edificações, por exemplo. Isso pode significar mais de 50% do consumo total dessas edificações.

Mas, vamos lá?! 

A forma mais simples de aproveitamento da água é montando uma estrutura de coleta de água. 

Se sua edificação não possui uma estrutura que consiga coletar a água, como calhas e condutores, o ideal é instalar esses equipamentos para captação. Após instalados, será necessário direcionar toda a água para um reservatório.

As primeiras águas da chuva devem ser descartadas, pois são águas que lavam o telhado.

O Movimento Cisterna Já divulgou um passo a passo de como é possível fazer uma minicisterna de uma maneira fácil, com baixo custo e dentro das normas técnicas. 

O movimento foi criado a partir da iniciativa de cidadãos preocupados com a crise da água de São Paulo e dispostos a propor uma alternativa emergencial para a situação. 

Era um grupo, formado por pessoas de diversas áreas da permacultura, que pretendia promover a capacitação para a captação e o reaproveitamento da água da chuva, realizando mutirões para ensinar a construção das cisternas.

Aproveitamento de água
Aproveitamento de água: Movimento Cisterna Já

4 formas de reaproveitá-la de maneira sustentável

Existem várias formas de reaproveitar a água da chuva. Vale salientar que essa água não deve ser consumida, pois não se trata de água potável. 

  1. Irrigação paisagística

Sendo aproveitadas para uso em parques, cemitérios, campos de golfe, faixas de domínio de auto-estradas, campus universitários, cinturões verdes, gramados residenciais e telhados verdes;

  1. Irrigação de campos para cultivos

Utilizadas para o plantio de forrageiras, plantas fibrosas e de grãos, plantas alimentícias, viveiros de plantas ornamentais, proteção contra geadas;

  1. Usos urbanos não-potáveis

Utilizadas em irrigação paisagística, combate ao fogo, sistemas de ar condicionado, lavagem de ruas e pontos de ônibus, etc.;

  1. Uso para higiene doméstica

Utilizadas para irrigação de plantas, lavagem de calçadas, pisos, carros, entre outros. 

Um ponto importantíssimo para aproveitamento é ter o cuidado de observar quais os tipos de resíduos presentes na água que você quer reusar. É essencial verificar se não há restos de detergente, de produtos de limpeza, bactérias e secreções corporais, como suor e oleosidade da pele.

Embora seja uma alternativa ecologicamente correta e sustentável, a água de chuva possui substâncias tóxicas e bactérias que em caso de ingestão ou contato com a pele e mucosas pode causar diversas doenças, desde simples irritações na pele a graves infecções intestinais. 

É necessário também ter cuidado na hora de armazenar essas águas para consumo posterior. O ideal é usar cisternas domésticas, que possibilitem vir equipadas com sistemas de captação e filtragem da água. E sim, já ensinamos como pode fazer sua própria cisterna residencial.

Conclusão

 A consciência da preservação ambiental e a valorização do nosso recurso hídrico é de suma importância e deve ser cada vez mais disseminada a ideia de aproveitamento da água da chuva, assim como o reúso da água doméstica. 

Além dos inúmeros benefícios, utilizar a água das chuvas pode fazer com que os problemas como enchentes sejam minimizados. Com o escoamento superficial da água menor, consequentemente menos água será acumulada, reduzindo o risco de enchentes. 

Sendo assim, é possível afirmar que utilizando a água das chuvas, diversos problemas podem ser minimizados. 

Então… tá esperando o quê?! Já está na hora de planejar sua nova forma de consumo: mais racional, mais inteligente, mais solidário e muito mais sustentável

É essencial que comecemos essa jornada de dizer NÃO ao desperdício dos nossos recursos naturais! É tempo de mudança de hábitos que irão salvar o planeta, e a diferença começa por você!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *