skip to Main Content

Descubra 6 benefícios que a Arquitetura Sustentável pode te oferecer

Pessoa atuando com uma arquitetura sustentável

Os avanços tecnológicos têm causado mudanças nos mais diversos setores da sociedade e da própria economia mundial, entre eles setores como a construção civil.

Aliado à necessidade de ter uma maior preocupação com os impactos que as atividades causam ao meio ambiente, fez um termo já existente ganhar nova roupagem com uma maior importância para o mercado.

A arquitetura sustentável ressurgiu como sendo responsável por promover o surgimento de novas formas de se construir respeitando o meio ambiente.

Essa mudança de mentalidade foi fundamental para podermos pensar em nosso comportamento, e graças às novas tecnologias, buscar novas estratégias, materiais e métodos que não causem danos ambientais significativos.

No entanto, os benefícios da arquitetura sustentável não se resumem a redução dos impactos ao meio ambiente, sendo também uma grande aliada na redução de custos e uma maior eficiência.

Vamos conhecer melhor a arquitetura sustentável e como você pode se beneficiar utilizando esse conceito em sua construção.

O que é arquitetura sustentável

Temos por arquitetura sustentável aquela em que os projetos arquitetônicos que visam otimizar uso de recursos naturais no seu desenvolvimento com o objetivo de minimizar os impactos provocados pela construção e reforma de edificações ao meio ambiente.

Mesmo parecendo um conceito recente, a arquitetura sustentável surgiu nos anos de 1970 e trouxe diversos aspectos relacionados ao clima do local de cada projeto, o aproveitamento dos recursos naturais disponíveis e o ecossistema em que se está inserido.

Podemos reunir os principais princípios da arquitetura sustentável da seguinte forma:

  • Levar em consideração as condições climáticas, da hidrografia e do ecossistema do entorno;
  • Promover a eficácia e moderação no uso dos materiais de construção, priorizando ao baixo consumo de energia;
  • Redução no consumo de energia para aquecimento, refrigeração e iluminação da edificação;
  • Minimizar o balanço global de energia do edifício;
  • Cumprir os requisitos de conforto hidrotérmico, salubridade, iluminação e ocupação dos edifícios.

Esse conceito foi muito beneficiado pelo avanço tecnológico e intelectual dos últimos anos, o que permitiu que se possa ter uma maior eficiência energética, hídrica, além de preservar outras vertentes do meio ambiente.

Além disso, o uso de novas tecnologias também otimiza a edificação, e dão novas funcionalidades e características.

Como, por exemplo, o uso de energia solar, materiais sustentáveis inovadores, sistemas de automação, internet das coisas, entre outros dispositivos e tecnologias que garantem um maior conforto para os usuários e reduzem o impacto ambiental da edificação.

Uma das tecnologias mais utilizadas é a de reaproveitamento de água da chuva, cujo objetivo é ajudar a diminuir o consumo de água, utilizando essa água em vasos sanitários, na irrigação de jardins, lavar carros, entre outros. 

E mesmo a água cinza, que se trata de água de banho e lavagens de roupas, podem ser tratadas devidamente e reutilizadas em atividades como irrigação e lavagem de carros.

A arquitetura sustentável também garante uma melhor saúde e bem-estar dos usuários, onde o ciclo de vida da edificação e de seus materiais incluem uma maior qualidade e durabilidade.

Benefícios que a arquitetura sustentável pode te oferecer

Ao optar pela arquitetura sustentável podemos garantir que se terá diversos benefícios para quem irá usufruir da construção, como também para aqueles que estão responsáveis pela sua construção, como o arquiteto, engenheiro e a construtora.

Reunimos alguns desses benefícios e tratamos de como cada um deles influencia desde a própria construção até a sociedade na totalidade.

Devido a essa diversidade de benefícios e áreas beneficiadas, o modelo de arquitetura sustentável tem grande potencial de expansão. Vamos agora conhecer melhor alguns desses benefícios:

Preservação do meio ambiente

Quando pensamos em arquitetura sustentável, a primeira vantagem que pensamos é a preservação ambiental.

Principalmente devido ao fato de que o setor de construção civil é um dos principais responsáveis pelos impactos ambientais no mundo.

Banner1

Isso se dá pela grande quantidade de consumo de recursos naturais e água nas cidades, além de gerar uma grande quantidade de resíduos.

Muitos desses resíduos não são biodegradáveis, o que faz com que causem a poluição do ambiente por muitos anos.

Impacto social

Além da clara vantagem de preservação ambiental, a arquitetura sustentável também garante impactos na sociedade. Isso se dá, pois, não é possível que se tenha uma sustentabilidade real, sem que haja uma justiça social integrada.

Essas construções impactam todo o espaço onde se está sendo construído, logo é importante que em muitos momentos se exija a revisão ou criação de leis e normas que respeitem e incentivem esse tipo de construção sustentável.

Uso consciente dos recursos

Ao aplicar a arquitetura sustentável no processo construtivo, ele se torna muito mais eficiente em diversos sentidos.

Já que se tem uma maior preocupação com a eficiência energética e hídrica, tendo como objetivo a redução dos desperdícios de materiais, nas distâncias percorridas para chegar à obra, gente como outros pontos importantes da sustentabilidade.

Desta forma, há o mínimo de desperdício de recursos da construção, principalmente os naturais.

Preservando o meio ambiente de extrações desnecessárias e poluição por detritos de construção, que geralmente não são biodegradáveis.

Melhora a saúde da população

O objetivo claro da arquitetura sustentável é estar de acordo com medidas e práticas que promovam a preservação do meio ambiente, no entanto essa sustentabilidade também estende seus benefícios para a saúde de seus usuários e da própria sociedade como um todo.

Isso se dá por ter uma quantidade de poluição emitida muito menor, de modo que tem grande impacto na saúde de todos à sua volta, sendo um fator muito importante para melhorar e manutenção da saúde física e mental, como também do bem estar de seus ocupantes, e de sua própria vizinhança.

Redução nos custos

As práticas que envolvem a arquitetura sustentável promovem uma redução no seu custo, tanto para o construtor quanto para o futuro ocupante.

Onde são utilizadas tecnologias e técnicas que reduzem a necessidade de compra de insumos desnecessários, otimizando sua eficácia e uso dos insumos.

Como exemplos podemos citar o reuso de água, utilização consciente da energia e o próprio uso consciente dos insumos da construção, isso evita que se tenha desperdícios e que a quantidade de resíduos produzidos seja reduzida.

Os ocupantes da edificação também irão se beneficiar das práticas e tecnologias que podem ser empregadas na arquitetura sustentável. Isso é devido a técnicas que irão reduzir a necessidade de consumo de energia elétrica, como ambientes com entrada de luz e ventilação natural.

Outro benefício que se estende ao ocupante é a instalação de energia solar, ou eólica, que irá reduzir o valor das contas de energia.

Sendo possível utilizar também tecnologias que automatizam processos e promovem a redução no consumo desnecessário, como lâmpadas com dispositivos fotossensíveis para ligarem automaticamente a noite e desligar pela manhã, cisternas automatizadas para armazenar água pluvial para atividades como regar o jardim, entre outros.

Aumento nos investimentos da edificação

As edificações que empregam uma arquitetura sustentável possuem um valor maior no mercado imobiliário. Com isso, é possível ter uma valorização instantânea no valor do aluguel, em comparação às edificações comuns.

Além disso, possuem uma velocidade de venda superior em relação aos demais edifícios com tipologias semelhantes e uma menor taxa de vacância. Sendo então imóveis muito mais assegurados de venda, gerando um maior interesse pelos investidores.

Outro fator importante é o custo de manutenção e operação desses edifícios sustentáveis, que apresentam valores bem menores que os construídos de forma convencional.

Gostou da leitura? Confira mais no nosso blog!

Construção Enxuta: entenda o que é e as dicas para aplicá-la.
Compatibilização de projetos: como fazer e quais as vantagens para a obra

Outros assuntos:

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CNPJ: 72.387.608/0001-21

A Fluxo Consultoria é uma empresa sem fins lucrativos, visando fomentar o empreendedorismo no Brasil através de projetos de engenharia de alta qualidade e custo abaixo do mercado. Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UFRJ.