Skip to content

Fluxo Consultoria – Consultoria em Engenharia da UFRJ

Climatização – Entenda o que é um PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle)

Climatização – Entenda o que é um PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle)

climatização de ambientes, concerto de ar condicionado split

O que é um PMOC?

O Plano de Manutenção, Operação e Controle, ou PMOC, é um documento que estabelece as diretrizes e procedimentos necessários para garantir a correta manutenção, operação e controle de sistemas de climatização em edifícios e ambientes comerciais.

O objetivo principal do PMOC é assegurar a qualidade do ar interno dos ambientes climatizados, proporcionando um ambiente saudável, confortável e seguro para as pessoas que frequentam esses locais. Isso é especialmente importante, uma vez que os sistemas de climatização podem acumular poeira, bactérias, fungos, ácaros e outros poluentes que podem afetar a saúde e o bem-estar dos ocupantes.

O PMOC estabelece diretrizes para a manutenção regular dos equipamentos de climatização, incluindo limpeza, desinfecção, troca de filtros e verificação do funcionamento adequado de todos os componentes. Além disso, o plano define a periodicidade das atividades de manutenção, de acordo com as recomendações dos fabricantes e as normas aplicáveis.

O plano também inclui medidas de controle, como a verificação da vazão de ar, a calibração de sensores e controles, e o monitoramento da qualidade do ar interno. Essas medidas garantem o desempenho adequado do sistema de climatização, evitando falhas e minimizando o risco de problemas relacionados à saúde e à eficiência energética.

O que um sistema de ar condicionado sem manutenção pode causar?

Um sistema de ar condicionado sem manutenção adequada pode causar uma série de problemas que afetam tanto a saúde das pessoas quanto o desempenho do equipamento.

ar condicionado sem manutenção (PMOC)
  • Qualidade do ar comprometida: Um sistema sem manutenção pode acumular poeira, sujeira, bactérias, fungos e ácaros nos filtros, serpentinas e dutos de ar. Isso resulta na liberação de partículas e microrganismos nocivos no ambiente interno, afetando a qualidade do ar que as pessoas respiram. Isso pode levar a problemas respiratórios, alergias, irritações nos olhos e na pele, e agravar condições pré-existentes, como asma.
  •  Ineficiência energética: A falta de limpeza e ajustes regulares no sistema de ar condicionado pode levar a uma diminuição da eficiência energética. A sujeira acumulada nos componentes, como as serpentinas, dificulta a transferência de calor, fazendo com que o sistema precise trabalhar mais para alcançar a temperatura desejada. Isso resulta em um consumo de energia mais elevado e, consequentemente, em custos operacionais mais altos.
  • Redução da vida útil do equipamento: A falta de manutenção adequada pode acelerar o desgaste dos componentes do sistema de ar condicionado. O acúmulo de sujeira e a falta de lubrificação podem causar problemas mecânicos, como o superaquecimento do motor, falhas no compressor e vazamentos nos dutos. Esses problemas podem levar a danos irreparáveis no equipamento e exigir a substituição prematura de peças ou até mesmo do sistema completo.
  •  Problemas de umidade e mofo: A umidade é um fator importante a ser controlado em um sistema de ar condicionado. Se não for adequadamente monitorada e controlada, a umidade excessiva pode levar ao crescimento de mofo e fungos nos dutos e nas áreas próximas ao sistema. O mofo libera esporos no ar, que podem ser inalados pelas pessoas e causar problemas respiratórios, alergias e outros problemas de saúde.

Quais são os sintomas que eu posso sentir ao estar em ambiente com climatização sem manutenção?

Mulher com problemas respiratórios por falta de um ar limpo e devida manutenção na climatização (PMOC)

Estar em um ambiente com climatização sem manutenção adequada pode causar uma série de sintomas desconfortáveis e até mesmo problemas de saúde, como por exemplo:

Banner4
  • Irritação nos olhos, nariz e garganta: A exposição a um sistema de ar condicionado sujo pode causar irritação nos olhos, nariz e garganta. Isso pode incluir sensação de secura, coceira, ardência, espirros frequentes, congestão nasal e garganta irritada.
  • Problemas respiratórios: A falta de manutenção adequada pode resultar na presença de partículas como poeira, pólen, ácaros e mofo no ar. A inalação dessas partículas pode desencadear reações alérgicas e piorar condições respiratórias existentes, como asma e bronquite. Os sintomas podem incluir falta de ar, tosse, chiado no peito e dificuldade em respirar.
  • Agravamento de alergias: Um sistema de ar condicionado sujo pode espalhar alérgenos no ambiente, como ácaros, pólen e fungos. Isso pode levar ao agravamento de alergias existentes, resultando em sintomas como coceira na pele, erupções cutâneas, espirros, coriza e olhos lacrimejantes.
  • Fadiga e desconforto geral: Um ambiente com climatização inadequada pode causar desconforto geral e fadiga. Isso pode ser devido à má qualidade do ar, temperatura inadequada, umidade excessiva ou falta de ventilação adequada. Você pode se sentir cansado, com dificuldade de concentração e baixo nível de energia.

O PMOC é obrigatório?

O PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle) é obrigatório no Brasil. De acordo com a legislação brasileira, especificamente a Resolução RE nº 9, de 16 de janeiro de 2003, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o PMOC é obrigatório para todos os estabelecimentos que possuem sistemas de climatização com capacidade acima de 60.000 BTUs (British Thermal Units).

Essa resolução estabelece as diretrizes e critérios mínimos para manutenção dos sistemas de climatização em ambientes de uso coletivo, visando garantir a qualidade do ar interior e a saúde das pessoas que frequentam esses locais. O objetivo do PMOC é assegurar que os sistemas de climatização sejam operados e mantidos de forma adequada, com a realização de manutenções preventivas, corretivas e periódicas, de acordo com as normas técnicas e recomendações dos fabricantes.

É importante ressaltar que o não cumprimento do PMOC pode acarretar em penalidades e sanções, como multas e interdição do estabelecimento. Além disso, em caso de problemas de saúde relacionados à má qualidade do ar, o estabelecimento pode ser responsabilizado.

Qual é a frequência que o PMOC precisa ser feito?

A frequência com que o PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle) deve ser realizado varia de acordo com alguns fatores, como o tipo de sistema de climatização, o porte do estabelecimento, a capacidade do equipamento e as normas e regulamentações locais. No entanto, existem algumas diretrizes gerais que podem ser seguidas.

Em geral, a recomendação é que o PMOC seja realizado de forma periódica, com intervalos de tempo pré-determinados. O período mais comum é de 6 meses, o que significa que a manutenção e operação do sistema de climatização devem ser revisadas duas vezes ao ano. Essa frequência é considerada adequada para a maioria dos sistemas de climatização.

No entanto, é importante destacar que algumas situações podem exigir uma frequência maior de manutenção. Por exemplo, em ambientes com alta demanda de utilização do sistema de climatização, como hospitais, laboratórios ou locais com grande fluxo de pessoas, pode ser necessário realizar a manutenção com intervalos menores, como a cada 3 ou 4 meses. Além disso, é fundamental seguir as recomendações do fabricante do sistema de climatização, que geralmente especifica as atividades de manutenção e os intervalos recomendados. Também é importante considerar as normas e regulamentações locais, que podem estabelecer requisitos específicos em relação à frequência da manutenção.

Para mais informações sobre nossos projetos de mecânica, entre em contato com a gente!

autora do artigo
Banners2

Marketing Fluxo

Somos um grupo de graduandos da UFRJ que decidiu ir além das salas de aula da mais tradicional Escola de Engenharia do Brasil. Em busca de vivência empresarial e experiência em gestão, queremos nos preparar o quanto antes para o mercado de trabalho. Para isso, realizamos projetos de engenharia com a supervisão dos professores para resolver os problemas de nossos clientes.

Escreva um Comentário

O que é Fluxo?

Somos uma empresa júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de acordo com a Lei 13.267/2016, e realizamos projetos de consultoria em engenharia. 

Posts Recentes

Siga-nos

Se inscreva em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades e conteúdos em primeira mão 

Há mais de 30 anos, a Fluxo realiza projetos de engenharia, com infraestrutura e tecnologia da UFRJ. Prestamos serviços para pessoas físicas, pequenos empreendedores e grandes empresas do mercado. Por isso, temos ampla experiência em consultoria e oferecemos soluções personalizadas para você.