Skip to content

Fluxo Consultoria – Consultoria em Engenharia da UFRJ

Pesquisar
Close this search box.

Como conservar alimentos por mais tempo? 3 Melhores métodos de conservação

Como conservar alimentos por mais tempo? 3 Melhores métodos de conservação

Como conservar alimentos

Vender um produto da indústria de alimentos não é uma tarefa fácil como pode parecer. Desde o momento que legumes e vegetais são colhidos da terra, peixes são pescados ou frutas são retiradas de seus pomares, por exemplo, eles começam a sofrer diversos processos de deterioração que alteram suas propriedades, tornando-os impróprios para consumo depois de certo tempo e exigindo a utilização e estudo de métodos de conservar alimentos.

Uma empresa no ramo alimentício não quer que seus alimentos percam a validade rapidamente, certo? Os gastos que são feitos com os alimentos que acabam estragando não retornam nenhum lucro, e isso não é nada agradável para uma instituição que visa o crescimento.

Por isso, é preciso entender, primeiro, quais tipos de deteriorações podem ocorrer nos produtos alimentícios que armazena no estabelecimento e depois as formas de conservar alimentos por mais tempo e só depois criar um conservante ou produto químico.

Os processos de deterioração podem ser:

  • Físicos: Qualquer alteração na estrutura física do alimento, como quebra parcial e rachaduras, podem facilitar a entrada de microrganismos em seu interior e seu desenvolvimento.
  • Químicos: Os macronutrientes do alimento (proteína, carboidrato e lipídios) são utilizados por microrganismos, gerando vários tipos de compostos químicos que alteram desde o sabor do alimento até o cheiro exalado.
  • Microbiológicos: A presença de micróbios no alimento, ou a toxina gerada por eles, que podem causar doenças alimentares, como por exemplo intoxicações.

O que deve ser feito para conservar alimentos?

E aí serão necessários os Métodos de Conservação. Análises em laboratório devem ser feitas para que seja determinado quais os processos de deterioração (físico, químico e microbiológico) que estão ocorrendo ao longo dos dias. Entre as análises realizadas estão os testes de acidez, umidade, pH, atividade de água e textura.
Dependendo do processo de deterioração, diferentes soluções podem ser tomadas a fim de conservar o alimento ou produto por mais tempo, evitando sua rápida deterioração.

Atualmente, conservar alimentos com o método por aditivos vem sendo muito utilizado no mercado. Como explicamos nesse artigo, os famosos conservantes artificiais entram em ação contra a ação microbiana, aumentando o tempo de vida dos alimentos.

Um conservante eficaz deve ser aquele que:

  • Combate o desenvolvimento de um grande número de microrganismos;
  • Não é tóxico ao ser ingeridos;
  • Não é alérgico e não leva ao aumento da propensão a alergias;
  • É eficaz em pequenas doses;
  • Não modifica cor, sabor, odor e textura.

Os conservantes químicos estão desde os pães até os industrializados, desempenhando um papel fundamental nas indústrias de alimentos e na vida dos consumidores. Entretanto, muitos empreendedores arriscam-se sem apoio especializado usando conservantes populares como sorbato de potássio, uma forma perigosa de conservar alimentos é um risco aos consumidores.

ANVISA regula os métodos de conservação

Vale a pena ressaltar que existem várias legislações a serem seguidas para a adequação da conservação de um determinado alimento, pois cada tipo de alimento (frutas e vegetais, gorduras, laticínios, etc.) possui uma legislação própria e um grupo de conservantes que podem ser utilizados, e cada conservante possui uma determinação do máximo a ser utilizado na composição do produto.

Portanto, a escolha do melhor método de conservar alimentos se torna essencial para um aumento de vendas e expansão de um negócio no ramo alimentício.

Ficou com alguma dúvida sobre formas de conservar alimentos e bebidas? Não deixe de saná-la nos comentários abaixo e acompanhar as postagens do blog para mais artigos sobre o tema. Se preferir, entre em contato para saber mais dos projetos sobre Métodos de Conservação e tire dúvidas com consultoria da UFRJ.

Marketing Fluxo

Somos um grupo de graduandos da UFRJ que decidiu ir além das salas de aula da mais tradicional Escola de Engenharia do Brasil. Em busca de vivência empresarial e experiência em gestão, queremos nos preparar o quanto antes para o mercado de trabalho. Para isso, realizamos projetos de engenharia com a supervisão dos professores para resolver os problemas de nossos clientes.

Escreva um Comentário

O que é Fluxo?

Somos uma empresa júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de acordo com a Lei 13.267/2016, e realizamos projetos de consultoria em engenharia. 

Posts Recentes

Siga-nos

Se inscreva em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades e conteúdos em primeira mão 

Há mais de 30 anos, a Fluxo realiza projetos de engenharia, com infraestrutura e tecnologia da UFRJ. Prestamos serviços para pessoas físicas, pequenos empreendedores e grandes empresas do mercado. Por isso, temos ampla experiência em consultoria e oferecemos soluções personalizadas para você.