skip to Main Content

Entenda como fazer automação residencial + exemplos

Casas feitas com base na automação residencial

Compreender como fazer automação residencial é fundamental para quem deseja comodidade, reduzir os gastos e mais proteção do seu lar.  Porém, é necessário atenção para a execução dos serviços, que devem ser executados apenas por profissionais qualificados para a demanda.

Por isso, é essencial contratar os serviços de pessoas preparadas para cuidar de cada parte da automação industrial. Dessa forma, você evita transtornos, gastos desnecessários e o mais importante: não expõe a riscos a sua saúde e segurança e também da sua família.

Além disso, é necessário acertar na hora de optar por sistemas que auxiliem nas necessidades de cada domicílio. Hoje, graças ao rápido avanço tecnológico, é possível encontrar soluções que integram equipamentos diversos numa  única central de controle.

Neste post, explicaremos como você pode fazer automação residencial de forma eficaz, através de programas adequados e aplicados por profissionais com autoridade no assunto.

Boa leitura!

Por que você precisa saber como fazer automação residencial?

Cada vez mais a indústria tecnológica trabalha para entregar soluções inovadoras para os seus usuários. Geralmente, quando se fala em tecnologia, é comum pensar de imediato em ambientes corporativos, 

Entretanto, esses recursos estão gradativamente fazendo parte das residências ao redor do mundo. Por isso, o setor de automação residencial, ou casa inteligente, vem ganhando espaço expressivo no mercado.

Automação residencial é o processo de criação e programação de equipamentos visando o seu pleno funcionamento de forma automática em vários cômodos de uma casa. Através de ferramentas inteligentes, como os dispositivos móveis, por exemplo, você pode fazer o gerenciamento direto de todos os mecanismos utilizados.

O recurso não é algo novo. A automação residencial é aplicada desde muito tempo para finalidades simples e utilizações descomplicadas, mas que ofereciam conforto para os usuários como, por exemplo:

  • Ambiente climatizado;
  • Segurança privada através de monitoramento de câmeras;
  • Fechaduras automáticas;
  • Controle de iluminação;
  • Mobilidade de cortinas e persianas.

Com o passar do tempo surgiram novas necessidades e o mercado não perdeu tempo em criar soluções para atendê-las. Além dos sistemas mencionados anteriormente, hoje é possível contar também com os seguintes recursos:

Quando bem aplicados, estes e demais recursos trabalham a favor de proporcionar uma casa mais funcional e confortável para todos os que ali habitam. Mais do que isso, é possível reduzir os custos com diversos âmbitos, como a energia elétrica, que representa uma parte elevada em alguns orçamentos familiares.

Se você está nesse momento de organizar as suas finanças ao mesmo tempo em que simplifica a funcionalidade da sua residência, torna-se ainda mais importante saber como fazer automação residencial.

O que saber antes de começar a fazer automação residencial

Antes de dar o primeiro passo, é indispensável atentar-se às especificidades de cada cômodo do seu lar. Há quem deseje automatizar a sua casa em períodos diferentes. 

Por isso, faz toda a diferença considerar o momento em que o seu domicílio se encontra, seja a fase inicial do projeto, construção já iniciada ou apenas uma reforma.

Portanto, o início do projeto da automação residencial dependerá da etapa em que a casa está inserida.  Isso ajudará a equipe de profissionais responsáveis a definir a necessidade real de automação. 

Por exemplo, em alguns casos, a automação de uma casa inteira pode ser maior ou menor, visto que a demanda do tipo de fiação utilizada pode variar a partir de uma análise minuciosa.

Para não ter erro na hora de automatizar a sua casa, é indispensável seguir os seguintes passos:

  1. Estabelecer quais sistemas serão agrupados;
  2. Definir quais áreas serão automatizadas;
  3. Pesquisar por empresas especialistas no ramo para conhecer as melhores soluções tecnológicas;
  4. Fazer um bom planejamento financeiro a partir de dados levantados referente a custos, de acordo com o orçamento disponível, bem como as prioridades definidas;
  5. Solicitar projetos que incluam a infraestrutura necessária para a instalação de todos os programas essenciais para o bom funcionamento da automação residencial;
  6. Análise da obra para certificação de que os profissionais envolvidos de fato estão acompanhando cada etapa do processo.

Como fazer a automação residencial?

Agora que você já está ciente de todas as informações importantes, é hora de saber como fazer a automação residencial. Selecionamos as etapas do processo para você se inteirar de cada uma delas. Confira.

O ideal é começar por sistemas mais simples e que requerem instalações eficazes com configurações de fácil compreensão, como a iluminação. Porém, se você preferir, pode definir outros  parâmetros que priorizem as suas necessidades. Tudo dependerá do seu objetivo em relação à automação residencial.

Proteção

Circuito de câmeras de segurança, sensores e alarmes são recursos cada vez mais utilizados em ambientes domésticos. Em tempos de insegurança extrema, proteger a sua família e o seu patrimônio é um investimento importante.

Banner1

Os equipamentos podem ser conectados à rede, proporcionando a visualização dos registros no formato de imagens por meio de um servidor de internet ou app

Você também pode complementar e reforçar a segurança da sua casa a partir de instalações de alarmes de incêndio e sensores de fumaça.

Descanso e lazer

O momento de diversão da família não pode ficar de fora da automação residencial. Quem disse que não dá para otimizar a sua pausa para descanso e aproveitar a ocasião com a ajuda da tecnologia?

Nesse quesito, a automação residencial é inserida a partir do controle dos televisores, home theaters e caixas de som através de controle remoto. Todos estarão devidamente conectados à rede da casa.

Luminosidade

O mercado oferece programas diversos que ajudam no gerenciamento da iluminação para residências. Através de um dispositivo inteligente, como o temporizador, é possível controlar o uso de lâmpadas, luminárias e outros dispositivos do gênero em diferentes horários do dia. 

Adotar o uso de sistemas de iluminação é excelente solução para garantir a redução dos gastos com energia elétrica, além de colaborar com a segurança da residência independente da presença ou ausência de alguém no local.

Além destas possibilidades, você também pode fazer a gestão da iluminação da sua casa através de aplicativos. Este tipo de automação viabiliza o controle da intensidade das cores e da luminosidade. Para utilizá-lo, basta apenas a conexão de uma rede sem fio.

Limpeza

Já pensou em cuidar da manutenção do seu lar com a ajuda de robôs e  ter mais tempo de sobra para se dedicar a outros afazeres?

Há quem ache que os robôs ainda são uma realidade distante ou que não são acessíveis ao universo residencial. É comum associar o termo aos formatos tradicionais de robôs que conhecemos. Porém, há diversos tipos destes “amiguinhos” que podem ajudar bastante no dia a dia. Basta escolher o modelo compatível com o que você precisa.

Quais os benefícios ao fazer automação residencial?

O objetivo da automação residencial é proporcionar mais conforto e segurança para os indivíduos no contexto domiciliar.

Quando você controla o funcionamento da sua casa de forma remota, proporcionando mais facilidade não apenas na parte funcional do ambiente, mas também na realização das tarefas domésticas 

Para quem busca melhoria na qualidade de vida, a automação residencial é uma boa pedida. Confira a seguir os principais benefícios do recurso.

Redução de custos

Em tempos de altas nos preços de alguns itens e recursos essenciais para a nossa sobrevivência, atire a primeira pedra quem não se pegou pensando quais despesas poderiam ser cortadas para minimizar os impactos no bolso.

Se você ia começar a fazer a sua listinha, pode parar por aqui e pensar em outras alternativas que ofereçam resultados mais sólidos. Quer uma dica? Automação residencial.

Com ela, você obtém redução nos gastos com energia e água através do uso inteligente desses recursos, graças a sistemas que controlam o fluxo de água utilizado e a energia elétrica. Além disso, é possível tirar maior proveito da luz natural graças ao controle de cortinas e persianas.

Segurança

Já pensou na possibilidade de saber o que acontece na sua casa ainda que você não esteja lá? Isso é possível com a instalação de câmeras de segurança e outros dispositivos integrados.

E não estamos falando de uma câmera qualquer, mas de uma que funciona de forma inteligente, com tecnologia integrada de reconhecimento facial, por exemplo. Sensores que reconhecem a presença de pessoas no local, fechaduras automatizadas e sensores de vazamento de água e fumaça são outras opções à sua disposição.

Comodidade

Faça ajustes nos seus equipamentos eletroeletrônicos sem precisar sair do lugar e interromper o seu momento de descanso.

Aproveite para avaliar a qualidade do ar da sua residência com apenas um clique. Maravilhoso, não é mesmo?

Conclusão

A automação residencial é tendência no mundo inteiro e muito mais do que “artigo de luxo” é um investimento para quem procura por otimizar custos e tornar a vida mais prática e sustentável.

Gostou do conteúdo? No nosso blog tem muito mais esperando por você. Até o próximo post!

Compatibilização de projetos: como fazer e quais as vantagens para a obra
9 passos para um planejamento de obra completo!

Outros assuntos:

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CNPJ: 72.387.608/0001-21

A Fluxo Consultoria é uma empresa sem fins lucrativos, visando fomentar o empreendedorismo no Brasil através de projetos de engenharia de alta qualidade e custo abaixo do mercado. Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UFRJ.