skip to Main Content
Aprenda A Fazer O Controle De Inventário Da Sua Indústria E Evitar Desperdícios

Aprenda a fazer o Controle de Inventário da sua indústria e evitar desperdícios

Banners6

Manter um estoque na sua indústria pode parecer uma tarefa simples, no entanto, não é uma tarefa fácil, necessita de atenção e cuidado em cada etapa. Se ter o controle de inventário é fundamental para todo negócio que tem como objetivo uma gestão eficiente e organizada em todas as suas etapas.

Mesmo que seja básico, muitas empresas sofrem prejuízos por não possuírem um planejamento mínimo de estoque. Onde esse planejamento irá evitar diversas inconveniências, como a falta de um componente solicitado por um cliente, que pode fazer com que clientes desistam de comprar com a empresa.

Essa situação poderia ter sido facilmente evitada se houvesse um estoque bem administrado, com o foco em produtos específicos, como os mais procurados pelos clientes. Empresas de todo tamanho se beneficiam na adoção de um controle de inventário que evite os desperdícios e demais problemas de falta de material.

O que é controle de inventário?

O inventário é uma lista de bens materiais disponíveis em estoque, e que são armazenados por uma empresa, internamente ou externamente. Portanto, o controle de inventário se dá como uma série de ações padronizadas que tem como objetivo manter o estoque organizado e ter as informações sobre os produtos e as quantidades que se tem armazenados.

Essa prática deve ser padronizada, para que seja realmente efetiva e confiável. Nela será feito uma rotina para se identificar, classificar e contar todas as mercadorias disponíveis nos depósitos da empresa.

O Conselho Federal de Contabilidade é o órgão brasileiro responsável pela legislação e normatização da criação de um inventário. Portanto, é por meio das Normas Brasileiras de Contabilidade, são estabelecidos os padrões que deverão ser seguidos.

O controle de inventário tem a principal função de permitir que se saiba exatamente quais os produtos que estão no estoque e seu volume. O que permite se ter mais controle sobre o seu negócio. 

A partir da adoção de um inventário você irá adquirir o conhecimento necessário, de quais mercadorias tem o maior interesse do público e devem ser compradas com maior frequência, quais têm uma maior ou menor fluxo e a partir tomar decisões estratégicas.

O controle ajuda a evitar desperdícios, pois se terá o conhecimento para que seja possível fazer as compras de material na hora certa e equivalente a sua saída. Já que, independente do tipo da indústria, é necessário que se tenha um controle da matéria-prima em estoque e o tempo que leva para se fazer o pedido e receber a matéria-prima na indústria, para que não seja necessário paralisar a produção por falta de material.

Pessoa-fazendo-controle-de-inventario
Foto de Tiger Lily no Pexels

Como criar um controle de inventário  

Ao se empregar algumas técnicas que são utilizadas por distribuidores e atacadistas para que se garanta a eficiência e lucratividade do estoque, podemos obter o controle de inventário desejado. Vamos mostrar as 6 principais técnicas do segmento:

Instituir políticas anuais

As políticas anuais serão decididas pelos gestores, que irá selecionar os níveis máximo e mínimo do estoque e dos suprimentos que precisam ser mantidos nos locais de armazenamento. Além de ser definidas também os níveis otimizados de reordenamento, níveis de segurança e um nível médio de estoque para se garantir que os custos sejam contidos.

Preparação de orçamento de inventário

É costume de muitas empresas a elaboração de um inventário anual, que geralmente é preparado da aquisição do estoque em si. Neste orçamento são documentados o custo total para que se mantenha o estoque disponível durante aquele ano. Nele estão inclusos os custos dos materiais, operacionais fixos, manutenção, logística, distribuição e diversos outros custos adicionais. Isto é, irá constar a previsão de todos os custos com o estoque do ano.

Manutenção de sistema de estoque permanente

A implementação de um sistema projetado para que se tenha o controle da quantidade e valor de cada item em estoque, auxilia em muito na manutenção do controle de inventário. Os softwares de controle de inventário são extremamente comuns, principalmente em empresas com foco em estoque, como distribuidores atacadistas.

Índice de rotatividade de estoque

Mais um indicador que pode ser utilizado para determinar a rapidez com que o estoque é esgotado em determinado tempo. Onde ao se observar uma proporção alta, indica uma baixa vida útil do estoque e também um maior volume de vendas e lucratividade para empresas com baixas margens de lucro.

O giro de estoque é um indicador que deve ser analisado em cada item do estoque. O objetivo principal é observar a flutuação na demanda durante o ciclo de vida do produto. Ao se rastrear os padrões de demanda é uma maneira de se garantir que os cálculos de reabastecimento de produtos sejam precisos e otimizados.

Os procedimentos de compra para os itens do estoque devem estar alinhados com seus padrões de demanda, garantindo que o estoque esteja sob o controle adequado.

Itens que não tenham apresentado um giro de estoque, ou que não foram vendidos dentro de um período de 12 meses devem ser classificados como obsoletos e devem ser liquidados do estoque para que se elimine custos desnecessários com transporte.

Já itens que apresentem uma tendência de demanda de clientes em declínio deve ser sinalizada no sistema e seus limites de nível de estoque de segurança e contagem de pontos de reordenamento precisam ser reajustados para reduzir o risco de se ter itens obsoletos em estoque e os custos provenientes disso.

Análise ABC

Produtos com um alto giro de estoque devem estar estocados em áreas próximas do envio, preparação e recebimento. A partir da redução na demanda ao longo do tempo se deverá migrar para trás, para que se libere espaço para itens com uma movimentação mais rápida ou para produtos lançamentos que tenham uma alta demanda.

Conclusão

Portanto, se manter o controle de inventário da empresa é muito importante para que não se tenha custos desnecessários na compra, ou estocagem, de produtos com baixa rotatividade, ou mesmo produtos obsoletos. Além disso, o controle de inventário auxilia a indústria a observar quais produtos têm mais demanda, para que assim seja produzido mais desses, e quais não há a demanda.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *