Skip to content

Fluxo Consultoria – Consultoria em Engenharia da UFRJ

Pesquisar
Close this search box.

Corantes: Conheça os cuidados que se deve ter ao usar

Corantes: Conheça os cuidados que se deve ter ao usar

Quem nunca encarou aquela cor tão chamativa e apetitosa dos corantes que alguns alimentos e bebidas possuem?

E quem imaginou que esse show de cores, aparentemente inofensivo, pode causar reações alérgicas, enjoos, irritações na pele, e até problemas mais sérios?

Por isso, é preciso ser cuidadoso com a quantidade de corante introduzidos nos alimentos

Então, neste post falaremos mais sobre os tipos de corantes e como usá-los da maneira certa. Acompanhe!

Quais são os tipos de corantes?

Corantes Naturais

São aqueles originados de plantas e animais, como o açafrão-da-terra, o urucum, ou o carmim

Porém, são pouco utilizados pela indústrias devido a algumas de suas propriedades que interferem no sabor e durabilidade dos alimentos processados.

Além de cumprir a função de um corante, que é basicamente preservar a qualidade sensorial dos alimentos, esses ainda aumentam o valor nutricional das comidas.

Corantes Artificiais

Esses resumem-se em aditivos químicos sintetizados em laboratório, que não alteram o sabor, nem a validade dos alimentos.

Porém trazem consigo uma gama de problemas, quando consumidos em grandes quantidades.

E são eles o foco deste post.

De acordo com a Agência nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), dentro das resoluções Nº382 e Nº388, são permitidos, no Brasil, o uso de onze tipos de corantes artificiais

Mas vale salientar que alguns destes que serão citados são proibidos em alguns países como EUA, Noruega e Áustria,

Os 11 tipos de corantes que você deve ficar de olho

1. Tartrazina (Tom Amarelo)

Geralmente utilizado em: Cosméticos, alimentos em pó, e medicamentos de uso interno e externo. Não é permitido em formas farmacêuticas injetáveis.Reações que podem ser provocadas por ele

  • Urticária
  • rinite
  • náusea
  • eczema
  • dor de cabeça
  • insônia em crianças

O que dizem os estudos: Em produtos para uso humano (via oral, nasal, rectal vaginal, na área dos olhos) devem declarar especificamente a existência do corante no rótulo.

2. Amarelo Crepúsculo (Tons amarelo e laranja)

Geralmente utilizado em: alimentos (inclusive suplementos dietéticos), cosméticos e medicamentos em geral (exceto os utilizados na área dos olhos, e formas injetáveis).Reações que podem ser provocadas por ele

  • alergias
  • vasculite
  • reação cruzada com paracetamol
  • pode provocar hiperatividade em crianças quando associado ao benzoato de sódio

O que dizem os estudos: A norma de regulamentação orienta sobre as restrições de utilização.

3. Azorrubina (Tom de vermelho)

Geralmente utilizado em: alimentos baseados em frutas vermelhas (amora, uva, groselha).Reações que podem ser provocadas por ele

  • intolerância
  • urticária, especialmente em pessoas com algum tipo de intolerância à aspirina.

O que dizem os estudos: Proibido em alguns países (Japão, Noruega, EUA e Suécia) , necessita de estudos adicionais sobre o seu metabolismo.

4. Amaranto (Tom de vermelho)

Geralmente utilizado em: cereais, balas, geleias, gelados, recheios, xaropes, dentre outros alimentos. Uso não permitido para crianças.Reações que podem ser causadas por ele

  • Asma
  • eczema
  • hiperatividade
  • urticária, especialmente  em indivíduos com intolerância à aspirina ou asmáticos

O que dizem os estudos: Quanto à inocuidade carcinogênica (a capacidade de provocar o aparecimento de câncer em um organismo) os estudos são contraditórios.

5Ponceau (Tom de Vermelho)

Geralmente utilizado em: xaropes de bebidas, balas, frutas em caldas, refrigerantes, e medicamentos de uso externo.

Reações que podem ser causadas por ele

  • Urticária
  • eczema
  • intolerância especialmente em pessoas com intolerância à aspirina

O que dizem os estudos: Proibido na Noruega e EUA, e existem estudos relatando sobre sua toxicidade, relacionado ao desenvolvimento de doenças renais e anemia.

6. Eritrosina (Tons de vermelho e rosa)

Geralmente utilizado em: Pertencentes a classe de corantes xanteno, pós para gelatina, geléias, refrescos em pó, cosméticos e medicamentos de via oral (exceto os utilizados na área dos olhos, e formas injetáveis).Reações que podem ser causadas por ele

Pode causar aumento de hormônio tireoidiano no sangue o que pode desencadear em alguns, casos hipertireoidismo.

O que dizem os estudos: Estudos relatam sobre a liberação de iodo no organismo, porém esses estudos não foram conclusivos. Esse corante foi banido nos EUA e na Noruega.

7. Vermelho 40 (Tom de vermelho)

Geralmente utilizado em: Alimentos a base de cereais, suplementos dietéticos, receios, xaropes de bebidas, medicamentos em geral (exceto injetáveis), e cosméticos.Reações que podem ser causadas por ele

Pode provocar hiperatividade em crianças se associado ao benzoato de sódio.

O que dizem os estudos: Estudos já relataram que esse corante tem uma má absorção pelo organismo, todavia não apresentou potencial cancerígeno. Já foi banido na Alemanha, Áustria, França, Bélgica, Dinamarca, Suécia e Suíça.

8. Azul Patente V (Tom de Azul)

Geralmente utilizado em: bebidas isotônicas, balas e chicletes coloridos, gelatinas e em exames de linfangiografia.

Reações que podem ser causadas por ele
  • Sensibilidade na peleproblemas respiratóriostremorespruridonáuseasurticáriasdiminuição da pressão arterial

O que dizem os estudos: Não é permitido em crianças, já foi proibido nos EUA, Noruega e Austrália, e carece de maiores estudos sobre sua absorção pelo organismo.

9. Azul Indigotina (Tom de azul)

Geralmente utilizado em: pós para refrescos, gomas de mascar, iogurte, caramelos, cosméticos e medicamentos de administração via oral, pode ser utilizado inclusive em cirurgia geral, na coloração de nylon e suturas cirúrgicas.

Reações que podem ser causadas por ele
  • Vômitoshipertensãonáuseasocasionalmente alergias

O que dizem os estudos: Não deve, de forma alguma, ser absorvido pelos tecidos circundantes, e há limites em peso de sua aplicação na área cirúrgica.

10. Azul Brilhante (Tom de azul) 

Geralmente utilizado em: cereais, recheios, laticínios, gelatina, cosméticos e medicamentos incluindo a área dos olhos (Não permitido para injetáveis).

Reações que podem ser causadas por ele
  • irritações cutâneasproblemas nos brônquios, quando utilizado em conjunto com outros corantes

O que dizem os estudos: Já foi banido da Áustria, Suíça, França, Suécia, Bélgica, Alemanha e noruega. Estudos dizem que esse corante pode estar associado a hiperatividade em crianças.

11. Verde Rápido (Tom de verde)

Geralmente utilizado em: Chicletes e balas coloridas, bebidas isotônicas, gelatinas.Reações que podem ser causadas por ele

Surgimento de alergias

O que dizem os estudos: Proibido nos países da União Europeia.

Conclusão

De fato, o momento de manipular aditivos como os corantes merece uma atenção redobrada.

Além disso, na hora da produção de alimentos, há uma legislação que orienta sobre a quantidade limite para cada corante permitido pela Anvisa,

Essa legislação deve ser rigorosamente seguida, para evitar danos maiores aos clientes.

Porém, o consumidor cada vez mais exigente faz com que os pesquisadores se estimulem a desenvolver métodos de diminuam a utilização de corantes artificiais e empregar corantes naturais.

O que é um belo avanço para a indústria de alimentos.

Fluxo Consultoria

Escreva um Comentário

O que é Fluxo?

Somos uma empresa júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de acordo com a Lei 13.267/2016, e realizamos projetos de consultoria em engenharia. 

Posts Recentes

Siga-nos

Se inscreva em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades e conteúdos em primeira mão 

Há mais de 30 anos, a Fluxo realiza projetos de engenharia, com infraestrutura e tecnologia da UFRJ. Prestamos serviços para pessoas físicas, pequenos empreendedores e grandes empresas do mercado. Por isso, temos ampla experiência em consultoria e oferecemos soluções personalizadas para você.