skip to Main Content
5 Dicas Para Economizar água No Condomínio

5 dicas para economizar água no condomínio

A água é um recurso natural finito, e segundo a ONU, mais da metade dos resíduos aquosos gerados pelo homem, incluindo o esgoto domiciliar, são descartados no meio ambiente sem o devido tratamento ou não são reutilizados.  Estima-se que em meados de 2050, a população mundial terá acrescido em média 30%, fazendo com que a demanda por água aumente. O problema é agravado pois a disponibilidade desse recurso natural tende a diminuir em 40% até 2030, segundo a ONU.

O Brasil é um país com muitas reservas hídricas e, por isso, os brasileiros não costumam dar muito valor às causas ambientais voltadas para evitar desperdício de água. Com a temática da sustentabilidade tomando grandes proporções, não só em assuntos acadêmicos, mas também no cotidiano, faz- se necessário que práticas sustentáveis, como poupar água se torne presente na rotina de cada indivíduo.

Para isso, existem muitas alternativas que nos auxiliam na diminuição diária do uso da água. É de extrema importância que haja um gerenciamento da água,uma vez que impacta positivamente a preservação desse recurso natural, além de impactar na economia, promovendo mudanças no orçamento mensal do empreendimento, seja uma empresa ou um condomínio residencial.

Como economizar água no condomínio

Visto o grande impacto que grupos de indivíduos podem gerar na redução do desperdício de água, separamos algumas dicas de como economizar água no condomínio residencial.

1 – Conscientização dos condôminos e funcionários

Um fator primordial para economizar água no condomínio é a conscientização de seus condôminos e funcionários. A mudança de atitude interfere diretamente na economia desse recurso hídrico. Para mobilizar os moradores a respeito do controle de gasto de água, algumas ações podem ser tomadas.

Levantar a pauta de como economizar água no condomínio em reuniões de moradores, é uma boa maneira de fomentar discussões e levantar possibilidades de ações que busquem conscientizar todos os indivíduos que frequentam o espaço.

Outra boa sugestão é a disponibilização em quadro de avisos e de cartazes que lembrem os moradores da importância de se poupar água e de como ações simples podem ser eficientes. Por exemplo, fechar a torneira enquanto se escova os dentes e tomar banhos mais rápidos podem influenciar bastante na hora de economizar água no condomínio.

economizar água no condomínio

2 – Raio-X do condomínio

Uma importante etapa na hora de economizar água no condomínio é fazer um “Raio-X” do espaço, ou seja, verificar a existência de vazamentos de água, para que assim, sejam encontradas maneiras de eliminar esses pontos de perda.

Para isso, deverá ser feita uma vistoria técnica, tanto nas áreas comuns do condomínio quanto em cada unidade, fiscalizando, por exemplo, as tubulações, caixas acopladas e pontos de saída de água.

Após a análise, que deverá ser feita de tempos em tempos, será possível identificar quais mudanças precisam ocorrer para extinguir tais vazamentos e perda de recurso hídrico. Essa é uma maneira do síndico se manter alinhado com os condôminos e também de incentivar a conscientização do restante dos moradores.

3 – Uso de dispositivos tecnológicos

Atualmente, já existem alguns aparatos tecnológicos que ajudam a evitar o desperdício. Dentre eles temos os redutores de pressão e temporizadores, que podem ser instalados nas torneiras e chuveiros visando reduzir o consumo de água.

Também faz- se necessário a instalação desses dispositivos nas áreas comuns do condomínio, visto que é onde se tem maior circulação de pessoas, também podendo servir de exemplo para os demais condôminos. Vale ressaltar que a instalação desses dispositivos é simples e traz bastante resultado, ocasionando uma diminuição dos gastos mensais do condomínio.

4 – Hidrômetros individuais

Além disso, investir na colocação de hidrômetros individuais, em que cada unidade de apartamento paga pelo o que consumir, pode ser uma boa alternativa para economizar água no condomínio. Na grande maioria dos prédios antigos, o hidrômetro é coletivo.

Muitas vezes a medição individualizada faz com que os moradores sintam reflexo de seus comportamentos em seus gastos mensais. Isso torna mais visíveis as possíveis mudanças de atitudes que devem ser feitas para reduzir o consumo de água.

Ao realizar algumas mudanças comportamentais, o morador terá o retorno direto em sua conta mensal, fazendo com que práticas do mês anterior possam se tornar um hábito. Dessa forma, sua conta diminui quase que permanentemente, podendo, assim, economizar água no condomínio de maneira mais significativa.

economizar água no condomínio

 

5 – Reutilização de água

Outra alternativa bastante eficiente para economizar água no condomínio é o reúso da água . Para isso, é necessário que a água já utilizada passe por um sistema de tratamento que a trata e prepara para que a mesma seja utilizada em diferentes fins.

Um exemplo de sistema de reuso bastante eficiente e utilizado atualmente são as Estações de Tratamento de Efluentes. Uma ETE faz o tratamento adequado de águas já utilizadas, como o esgoto e águas cinzas, por exemplo, de banhos e máquinas de lavar roupa, para que sejam reutilizadas, ajudando a economizar água no condomínio.

Um exemplo de uso da água reaproveitada é a utilização em ambientes externos e/ou fins menos nobres, como por exemplo, a descarga de banheiros comuns, limpeza de paredes e pisos e a irrigação de áreas paisagistas como jardins e gramados.

A utilização de Estações de Tratamento de Efluentes influenciam profundamente na hora de economizar água no condomínio, fazendo com que os gastos mensais diminuam expressivamente. Além disso, também influenciam na diminuição do impacto gerado no meio ambiente, pois realizam o tratamento adequado para o descarte eficiente.

Com isso, é possível notar que a tomada de atitudes mais sustentáveis em consonância com implantações de tecnologia, como as Estações de Tratamento de Efluente, podem trazer resultados significativos no que se refere economizar água no condomínio.

Tais medidas não só farão a diferença no orçamento dos condôminos, mas também influenciarão diretamente na formação de uma comunidade mais consciente, o que impactará a realidade das próximas gerações.

Quer saber mais sobre reaproveitamento de água?

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *