skip to Main Content
Neutralização De Carbono: Saiba Como Reduzir O Impacto Ambiental Com Sua Empresa

Neutralização de Carbono: Saiba como reduzir o impacto ambiental com sua empresa

Com o crescimento da preocupação com o meio ambiente e que impactos as empresas causam no meio ambiente e na sociedade, tem se tornado essencial que as empresas se voltem a responsabilidade ambiental para que se mantenham competitivas no mercado.

Para desenvolver suas atividades de forma ambientalmente sustentável, as empresas têm buscado modos de reduzir seus impactos ambientais. Uma dessas soluções encontradas que auxiliam na melhora da sustentabilidade da empresa é a neutralização de carbono.

Temos então a neutralização de carbono como uma alternativa na busca por evitar as consequências do equilíbrio do efeito estufa (causado pela emissão de gases poluentes em excesso, como o dióxido de carbono), com a ajuda de cálculos gerais que tratam da emissão de carbono.

Já que ainda não é possível se ter um produto, serviço ou atividade que não gere carbono, as emissões que não forem dispensáveis podem ser compensadas. Essa compensação pode ser feita através da compra de créditos de carbono de outras instituições.

Mas afinal, o que é Neutralização de Carbono?

Como o próprio nome indica, a neutralização de carbono objetiva em zerar as emissões de gases poluentes. Como ainda não é possível a produção de um produto ou execução de um serviço em que não ocorra a emissão desses gases, é possível se comprar créditos de carbono de empresas que usam energia limpa ou que evite o desmatamento.

Como exemplo, temos a empresa de Ana, que produz cinco toneladas em carbono com suas atividades. Para que se possa zerar as emissões da empresa, Ana deverá comprar cinco créditos de carbono, onde cada crédito equivale a uma tonelada de carbono equivalente.

Empresas que vendem créditos de carbono, de forma confiável e certificado, são aquelas que trabalham com geração de energia limpa e evitam desmatamento. Por exemplo, empresas que trabalham com captação de gás natural em um aterro sanitário, ou promove a preservação de florestas nativas.

Assim, a neutralização de carbono é extremamente importante para se reduzir as emissões de gases poluentes, que iriam agravar os efeitos do efeito estufa na atmosfera. As empresas envolvidas também são beneficiadas, as empresas que comprar os créditos tem sua neutralização atingida, o que evita diversas punições e sanções no mercado, e as empresas que vendem seus créditos de carbono recebem investimentos para que se possa crescer e gerar ainda mais créditos de carbono.

Como saber se a emissão de carbono da sua empresa impacta o meio ambiente

A pegada de carbono, ou carbon footprint em inglês, é uma metodologia criada para se medir as emissões de gases do efeito estufa, e todos esses gases são convertidos e medidos em carbono equivalente, independente do tipo de gás.

Esses gases são emitidos durante o ciclo de vida de um produto, processo ou serviço. Atividades do dia a dia geram emissão desses gases, como a queima de combustíveis fósseis, consumos de qualquer natureza, desmatamento, produção de produtos, entre outras atividades.

Ao se consumir um simples prato de arroz com feijão, já podemos ter a certeza que se há uma pegada de carbono para aquela refeição. Ao se adicionar produtos de origem animal, essa pegada se torna ainda maior. Conhecer a emissão de carbono auxilia em muito a atividade de reduzi-la.

Cálculo

Como já foi falado, é possível levantar a quantidade de dióxido de carbono que é emitido por pessoas físicas, empresas, produtos, serviços, governos e demais organizações. O cálculo é feito a partir da realização de um inventário de consumo e emissão de carbono.

A partir dessas informações é possível se identificar as áreas que tem a maior emissão de carbono, utilizam mais carros ou que têm uma maior emissão por envolverem processos produtivos que têm uma maior emissão de gases poluentes. O objetivo é a de redução voluntária das emissões de gases em cada uma das etapas e de cada processo.

Redução

Se calculando a emissão de carbono, se deve implantar medidas para se minimizar ao máximo a geração de gases. Exemplos de práticas que possibilitam essa redução são: usar materiais 100% reciclados, reduzir o gasto de energia, reuso da água, entre diversas outras medidas que promovem a diminuição do impacto no meio ambiente.

Dica para Neutralização de Carbono
Foto de Vlada Karpovich no Pexels

Como a neutralização de carbono afeta o meio ambiente

A cada ano são geradas toneladas de dióxido de carbono e outros gases poluentes provenientes de atividades humanas. E por consequência dessa enorme poluição, podemos observar diversas consequências, como as mudanças climáticas que estão acontecendo e já são possíveis de ser sentidas na própria pele, como o aumento das temperaturas, eventos naturais mais extremos e a elevação no nível dos oceanos.

Para se manter o efeito estufa em um nível controlado as emissões de gases poluentes devem ser reduzidas entre 40% e 70% até o ano de 2050, e próximas a zero até 2100 (segundo o IPCC), para que se seja seguro frear o aquecimento global.

Ao se implementar a neutralização de carbono, nota-se que esta é uma medida paliativa e não uma solução para o problema. Entretanto, auxiliam as empresas a tomarem consciência da necessidade da redução da emissão de gases poluentes, para que não sofram punições e represálias.

Além de possibilitar a redução da emissão, a empresa também irá financiar outras empresas que auxiliam o meio ambiente e a forma com que as empresas se relacionam com ele, não mais como apenas uma matéria a ser utilizada, mas também como a própria casa de toda a humanidade.

E para concluir

Como pudemos ver ao longo desta publicação, a metodologia de neutralização de carbono permite a redução no impacto ambiental que a sua empresa iria causar, já que estará incentivando outras empresas a crescerem ao aplicar suas atividades na preservação do meio ambiente e geração de energia limpa.

Além de que, como há a necessidade de se comprar os créditos de carbono, muitas empresas irão trabalhar na redução da sua emissão de gases poluentes, para que não seja necessária a compra de tantos créditos de carbono. Essas políticas de redução dos danos e impactos ao meio ambiente são o primeiro passo que deve ser tomado para se atingir as pretensões de emissão zero em 2100.

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *