skip to Main Content
Empresa Estudando Sobre A Neutralização Do Carbono

Saiba como a sua empresa pode ajudar com a Neutralização do Carbono!

Com a ascensão da atividade industrial e a emissão constante de gases poluentes (decorrentes dos processos produtivos e do uso de combustíveis fósseis por veículos automobilísticos), muito se fala sobre o efeito estufa e as causas do mesmo para o planeta terra.

Entretanto, mesmo sendo um assunto disseminado de forma abrangente nos meios de comunicação, conscientização e educação, ainda é pouco entendido por boa parte da população.

Por isso, explicaremos esse fenômeno de forma clara e resumida para que você entenda de uma vez por todas do que se trata e como a neutralização do carbono pode ajudar nisso.  

O que é o efeito estufa?

Ao contrário do que muitos pensam, o efeito estufa é um processo natural do planeta terra de extrema importância para a manutenção da vida e da temperatura média ideal.

Se não fosse pelo efeito estufa, a temperatura terrestre seria em torno de 18 graus negativos, o que impossibilitaria a existência de boa parte dos seres vivos que conhecemos, inclusive nós mesmos.

Como esse processo acontece?

Na atmosfera existem diversos gases de efeito estufa, os quais são capazes de absorver os raios solares irradiados e não permitir que todos sejam encaminhados de volta ao espaço.

Assim, parte do calor do sol é retida e mantida na atmosfera terrestre, o que gera equilíbrio energético e consequentemente a manutenção da temperatura global.

Dentre os gases responsáveis por essa absorção podemos citar 4 principais, sendo eles: Gases fluoretados, muito utilizado nas indústrias de eletrônicos e refrigeramento; Metano, segundo maior responsável pela absorção demasiada, é emitido em decorrência dos aterros sanitários e da agropecuária; Dióxido de carbono, é o gás mais presente na atmosfera, proveniente do uso de combustíveis fósseis; Óxido nitroso, proveniente da agricultura e do uso de fertilizantes.

Mas, sendo um processo natural e fundamental para a vida terrestre, como o efeito estufa pode trazer consequências negativas para o meio ambiente? É isso que explicaremos a seguir.

A intensificação do efeito estufa e o aquecimento global

Em decorrência da emissão abundante e exagerada dos gases citados acima, há uma maior concentração dos mesmos na atmosfera e consequentemente uma maior absorção e retenção de calor.

Dessa forma, as temperaturas tendem a aumentar significativamente, causando um desequilíbrio climático e o aquecimento global.

Assim, o efeito estufa não é prejudicial ao meio ambiente, mas os gases de efeito disseminados de forma exacerbada pelas atividades humanas, agropecuárias e industriais sim.

Como exemplo de impactos extremamente negativos para o planeta gerados pelo aquecimento global, podemos citar:

  • Extinção de diversas espécies
  • Desequilíbrios climáticos significativos
  • Derretimento de geleiras e consequente aumento do nível do mar
  • Escassez de recursos naturais, inclusive a água

Os 4 pontos citados acima são só alguns de vários, mostrando quão importante é reduzir os impactos dessa concentração elevada de gases na atmosfera. 

A partir disso surgiu a necessidade de criar algo capaz de reduzir tal concentração de forma eficiente, dando assim origem à neutralização de carbono.

O que é e como funciona a neutralização de carbono

Como dito anteriormente, a neutralização de carbono é uma alternativa para amenizar a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera a partir de uma compensação gerada  pela redução e/ou neutralização da emissão de gases atmosféricos.

Para começar a pensar na redução/neutralização do carbono emitido, é necessário analisar quanto de gás é gerado pelos processos produtivos do seu negócio.

Após essa análise, será possível perceber quais as maiores fontes de emissão e a análise posterior das possibilidades de redução. 

Para a realização dessa redução de forma própria e independente, algumas alternativas podem ser tomadas para a neutralização do carbono em sua empresa, tais como:

#01. Uso de energias alternativas

No mercado industrial já existem energias sustentáveis as quais são ótimas substitutas e não emitem gases nocivos à atmosfera.

Dessa forma, é possível substituir os combustíveis fósseis por energias de fontes limpas, renováveis e sustentáveis, reduzindo significativamente a emissão de CO2.

Para conhecer um pouco mais dessas fontes de energia, basta clicar aqui.

#02. Investir em plantio de áreas desmatadas

As árvores são as principais responsáveis pelo ciclo do carbono e são capazes de armazenar esses gases de forma efetiva, a partir do sequestro de carbono.

É uma alternativa simples e extremamente eficiente não só para a emissão de gases na atmosfera, mas também para vários outros aspectos ambientais.

#03. Captura e armazenamento de carbono (CCS)

Semelhante ao que  acontece nos plantios de árvores, o carbono é sequestrado e  armazenado em unidades industriais específicas.

Técnica extremamente efetiva mas que requer um maior investimento por parte da empresa.

#04. Adição de matéria orgânica ao solo

O armazenamento de carbono é feito a partir da adição de matéria orgânica no solo.

Para isso, é necessário realizar o manejo adequado e as medidas efetivas para o estoque assertivo dessas matérias em baixo da terra.

#05. Fertilização do oceano 

Com o mesmo princípio das alternativas  anteriores (através do sequestro de carbono), a fertilização oceânica consiste na adição de ferro com o intuito de aumentar significativamente o crescimento de seres vivos, que serão responsáveis pela conversão do CO2 atmosférico em um carbono estável.

E quando não é viável reduzir?

Quando essa redução não é possível a partir de alguma das técnicas citadas acima, há a compensação realizada a partir dos créditos de carbono. Tal compensação é possível a partir de um cálculo de carbono equivalente.

O conceito de carbono equivalente tem como objetivo tornar todos os gases do efeito  estufa em uma única unidade de medida, a partir da equivalência dos demais com  o CO2.

Para realizar esse cálculo é necessário multiplicar a quantidade de um gás pelo seu potencial de aquecimento global (GWP), o qual diz respeito à capacidade de cada gás em absorver os raios solares na atmosfera comparando a capacidade do CO2.

Assim é possível dimensionar a quantidade de emissão e comercializar a neutralização da mesma, a partir dos créditos de carbono.

Adotando os créditos de carbono como alternativa

Se quiser entender detalhadamente como os créditos de carbono funcionam, temos um  artigo completo sobre o assunto para você, basta clicar aqui para acessar.

Mas, explicando de forma resumida, os créditos de carbono representam um poder de negociação realizado entre empresas. Cada crédito de carbono equivale a 1 tonelada de dióxido de carbono equivalente.

Sendo assim, a cada tonelada reduzida por 1 determinada empresa ou país, 1 crédito de carbono é obtido e posteriormente poderá ser comercializado com outros países e empresas, as quais não foram capazes de reduzir as suas emissões.

Funciona da seguinte forma: Se uma empresa produz 10 toneladas de dióxido de carbono equivalente, terá de comprar 10 créditos de carbono de empresas especializadas.

É muito importante se ater a empresas realmente responsáveis e competentes no que fazem, para não adquirir créditos indevidos e não neutralizar de forma incorreta os gases emitidos.

Entendendo a necessidade de reduzir a emissão por fatores biológicos e ambientais, também é válido saber outros benefícios resultantes da neutralização do carbono.

Principais benefícios da neutralização

  • Marketing verde
  • Conquista de novos públicos e investidores
  • Aumento da autoridade e sucessão da empresa
  • Economia  de recursos

Por isso, além de ser uma medida benéfica para o meio ambiente, é também um modo de crescimento e ascensão da sua empresa, que será melhor vista no ambiente de mercado em que está inserida e ganhará cada vez mais reconhecimento por parte de investidores.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é, como funciona, qual a importância e os benefícios, basta começar a pensar em um projeto empresarial para a neutralização de carbono do seu negócio.

Se precisar de ajuda profissional, a fluxo conta com um equipe qualificada e especializada, preparada para adequar a sua empresa e transformá-la numa amiga da atmosfera.

Para falar com um especialista e esclarecer suas necessidades dando início a um projeto conosco, basta clicar aqui.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *