skip to Main Content

6 Benefícios do Planejamento Estratégico em tempos de crise

Pessoa realizando planejamento estratégico

Um dos momentos mais críticos para as empresas são os tempos de crise em que podem surgir, principalmente no país em que está instalado, causando de cortes no orçamento até a falência da companhia ou franquia.

Há alguns anos o Brasil está passando por altos e baixos dentro de uma crise, para sobreviver de forma sustentável as empresas têm buscado por métodos e alternativas que proponham meios de manter um nível de segurança que mantenha a empresa em um estado em que se tenha o mínimo de prejuízos possíveis.

Sendo necessário que se faça mais com menos recursos, o que exige um maior esforço no planejamento. Um planejamento estratégico de qualidade irá permitir que se tenha uma maior eficiência nos processos, e produzindo mais e melhores produtos com menos recursos disponíveis.

Em tempos de crise, tem se tornado essencial que se tenha um planejamento estratégico bem feito. Planejar com excelência permite minimizar os riscos presentes nas diversas áreas, pois qualquer erro, ou momento de instabilidade, pode ser decisivo para definir se a empresa irá manter sua sustentabilidade ou se irá quebrar.

Por que o Planejamento Estratégico é tão importante?

A visão estratégica proporcionada pelo planejamento permite se conhecer e aplicar processos e ferramentas que possibilitem enxergar a atual situação das empresas e como eles poderão implantá-los a curto, médio e longo prazo. 

O planejamento estratégico se trata de um processo gerencial que, considera as condições internas e externas da empresa, leva ao desenvolvimento de objetivos para a escolha de métodos eficientes. Desse planejamento, surgem diversos benefícios para a empresa, protegendo-a de possíveis danos causados pela crise.

  1. Torna a gestão mais eficiente

Tempos de crise geram instabilidades, tanto na empresa quanto no em todo cenário do país, por isto, é de grande importância que se tenha um maior controle sobre os projetos contidos no plano de investimento da empresa. Esse domínio sobre as possibilidades da gestão é maior que quando se tem uma visão dos seus processos e projetos.

 A partir do planejamento também se tem todas as metas, objetivos, etapas, prazos e recursos que ajudam a controlar os imprevistos que possam aparecer durante o seu desenvolvimento.

Além de que, para o caso do surgimento de situações adversas, o tempo de reação tem que ser instantâneo tornando visivelmente mais fácil se conseguir as condições necessárias para se reverter os impactos dessas situações problemáticas.

  1. Facilita as tomadas de decisão 

A partir de um planejamento estratégico bem feito, também são estipuladas as metas, objetivos e as etapas que serão necessárias atingir, orientando e otimizando as tomadas de decisões.

Com essas informações são mais fácil a visualização de caminhos alternativos, que poderão ser tomados e quais resultados poderão ser obtidos a partir deles. Ao se ter uma análise mais aprofundada, que é principalmente importante nessa fase de qualquer projeto, as chances de se tomar decisões equivocadas são reduzidas.

Quando não se tem um planejamento, é comum que os gestores escolham alternativas mais fáceis, com benefícios imediatos, entretanto, essas alternativas podem trazer sérios problemas para o futuro da empresa.

  1. Garante o cumprimento das metas

Além de promover uma maior clareza nos objetivos e metas do projeto, o planejamento detalha quais as ferramentas e métodos que serão aplicados através de boas práticas de gestão. Essas práticas devem ser usadas durante toda a jornada de qualquer projeto, de modo que os resultados sejam atingidos o mais rápido possível.

O maior detalhamento dos processos e práticas, da empresa, durante o planejamento irá torná-los mais eficientes. Em decorrência dessa maior eficiência dos processos, se terá uma grande melhora nos processos subsequentes, como a fiscalização, garantia de qualidade do projeto, comunicação e integração sobre o andamento de cada uma das fases do projeto.

Temos, portanto, reações a qualquer adversidade que venha a surgir que possa causar atrasos, de forma mais rápida. E como atrasos, e paradas nos processos geram perda de credibilidade na gestão da empresa, além de perda de dinheiro e aumento nos conflitos na empresa, se torna essencial para a saúde do negócio que se tenham medidas estratégicas eficientes já planejadas, e gestores que tenham reações rápidas. 

Pessoa realizando planejamento estratégico
Foto de fauxels no Pexels
  1. Otimiza o uso de recursos

O planejamento estratégico permite que se tenha um conhecimento mais aprofundado dos processos, dados sobre os recursos investidos no projeto são primordiais para que se possa mensurar sua eficiência e sustentabilidade.

Se ter essas informações são de grande importância, principalmente em períodos de crise, onde é extremamente necessário que se reduza os custos dos projetos. Ter uma boa compreensão das estratégias adotadas pela empresa, permitem que se tenha uma maior ajuda a otimizar a alocação dos recursos humanos, financeiros e físicos em casos de necessidade, havendo uma melhor otimização dos recursos, garantindo assim o cumprimento das metas e objetivos estabelecidos, por mais corrido que esteja.

  1. Identificação das brechas para inovação

Para que se produza mais com menos recursos, nem sempre continuar executando os mesmos processos e do mesmo jeito é o suficiente. Investir em inovação é uma das melhores maneiras para se enfrentar crises e ainda conseguir tirar proveito delas.

Encontrar formas de executar as atividades do processo de forma mais eficiente é um dos principais objetivos do investimento na inovação, e é esse investimento que irá tornar os processos da empresa em um diferencial em relação aos seus concorrentes.

Nesses períodos de crise, novos processos e ferramentas são criados  para que as pessoas da empresa estejam devidamente preparadas para que sejam constantemente desafiadas a abraçar o novo.

Superar obstáculos depende, quase que exclusivamente, de que sejam encontradas ou criadas oportunidades para que se atenda as necessidades do ambiente. Portanto, apenas quando se há o conhecimento da situação atual para se identificar o quê e onde se pode mudar, isto é, inovar.

Onde um planejamento detalhado permite olhar para o enorme labirinto de possibilidades de inovação, criando assim novas saídas para os problemas.

  1. Promove a comunicação integrada

Por fim, para que se alcance os resultados esperados e previamente planejados, só serão alcançados e concretizados se todos os colaboradores envolvidos, direta e indiretamente, estiverem informados adequadamente sobre os benefícios que eles mesmos trarão para um ambiente de comunicação em 360 graus.

A organização irá, através de um robusto processo de comunicação propiciado por organizações onde a gestão tem, como um de seus principais pilares, o conhecimento.

Ter o compartilhamento com os colaboradores os resultados finais e o impacto de todas as atividades do processo como parte dos princípios do planejamento estratégico, geram uma maior motivação e o foco em resultados da equipe. Com uma estratégia clara e o engajamento do grupo, maiores são as chances do projeto ser executado eficientemente e resultados de excelência serão entregues aos clientes.

Banners7
Análise PEST: Como usar para entender seu mercado e ficar a frente da concorrência?
Gestão Ambiental nas Empresas: saiba porque é importante e se sua empresa faz corretamente

Outros assuntos:

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CNPJ: 72.387.608/0001-21

A Fluxo Consultoria é uma empresa sem fins lucrativos, visando fomentar o empreendedorismo no Brasil através de projetos de engenharia de alta qualidade e custo abaixo do mercado. Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UFRJ.