skip to Main Content

Registro de marcas e patentes: 11 motivos para patentear suas ideias

Pessoas aprendendo sobre registro de marcas e patentes

Como uma das principais atividades constantes em uma empresa de sucesso, o investimento constante em inovação é essencial para ela buscar processos e mercados mais eficientes e lucrativos para a empresa.

No entanto, é necessário também se ter uma forma de proteger a sua propriedade intelectual. Assim, o registro de marcas e patentes é a principal forma de proteger sua marca no mercado e de suas invenções.

Onde, através desse registro, se evita que surjam outras empresas que utilizem o nome e logotipos da sua empresa, assim como protege sua nova invenção e garante o direito de lucro sobre a invenção.

Como a marca é um dos mais importantes patrimônios de uma empresa, quando cuidada da forma correta, ela poderá gerar lucros constantes por meio da sua exploração direta ou indireta. Sendo a marca, a principal ligação entre o negócio e o cliente, além de ser uma forma de identificação e diferenciação, a sua proteção é essencial para a segurança da empresa.

Sem este método, as empresas podem estar sujeitas ao surgimento de cópias da empresa, assim como roubo de dados e perdas nos lucros que se deveria ter com a nova tecnologia. Reunimos neste conteúdo alguns motivos para te ajudar a compreender melhor a importância do registro de marcas e patentes para a própria segurança da empresa. 

11 motivos para patentear suas ideias

Ter a marca registrada através do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), garante ao proprietário o direito de uso exclusivo em todo território nacional, que pode ser estendido para mais de 137 países, já que o Brasil é membro da Convenção da União de Paris de 1883 (CUP) da atividade econômica.

Assim, caso o produto ou serviço inovador seja um sucesso, o proprietário terá seu direito assegurado legalmente, para poder explorar e usufruir dos benefícios gerados pela sua invenção.

  1. Proteger a marca

Como já citamos, registro de marcas e patentes auxiliam a empresa de diversas formas, uma delas é a proteção da marca e patente da empresa de cópias e plágios de concorrentes. Isso é, a empresa tem oficialmente a posse sobre aquele negócio, produto ou serviço.

Assim, é cobrada uma punição dos plagiadores e a marca deverá ser indenizada daquele prejuízo. Sendo de direito da empresa ter conhecimento sobre o uso da marca e de seus produtos, como vamos complementar posteriormente.

  1. Facilita a relação com os clientes

A partir do registro de uma marca, um simples logotipo pode transmitir os atributos intelectuais e emocionais da sua empresa, sendo uma mensagem sobre a empresa e seus gestores, além de uma clara evidência da reputação da empresa, seus produtos e serviços.

Com isso, a marca não é apenas uma palavra, sendo um símbolo dos valores e da qualidade da empresa. Grandes empresas são um exemplo claro desse ponto, pois não importa em qual língua esteja escrita, é possível identificar e confiar na qualidade de produtos Nike, Apple, Microsoft, entre outras empresas mundialmente conhecidas.

  1. Identificação da marca

O mercado em que estamos inseridos atualmente é incrivelmente populoso e dificilmente podemos distinguir um negócio de outros competidores. Assim, o registro de marcas é uma forma eficiente de capturar a atenção do cliente e de fazer com que a empresa, e seus produtos, se destaquem no mercado.

Assim, como dito anteriormente, os clientes irão ver a marca registrada e imediatamente irão saber com quem eles estarão lidando, a qualidade e reputação do negócio, o que irá reduzir a busca por outras marcas, podendo ser um fator decisivo para a decisão de compra. 

  1. Dá mais valor à empresa com o passar do tempo

Com o crescimento da reputação do seu negócio, a marca também irá se tornar mais e mais valiosa. Além disso, o crescimento da marca pode liderar o caminho para a expansão de uma indústria para outra, agregar outras corporações e até pode levar uma corporação maior a adquirir seu negócio.

Banner6
Banner5

De modo que as marcas são ativos de propriedade, como bens e imóveis, que podem ser comprados, vendidos, licenciados para a locação ou como interesse de segurança para garantir um empréstimo para o crescimento do negócio.

  1. Facilitam a contratação

Assim como uma marca de grande reputação atrai clientes, já que se tem uma garantia de qualidade nos seus produtos e serviços, a marca também atrai profissionais de qualidade e desejam trabalhar na empresa.

Isso se dá, pois, as oportunidades de emprego são mais atrativas para os candidatos do que empresas menores. Além disso, também se tem uma retenção de empregados que pode ser maior se os empregados se sentem bem com a marca e os produtos e serviços que a empresa oferece.

  1. Direito a exclusividade

O direito à exclusividade é importante para as empresas pois, em muitos dos casos, o valor da empresa não se limita a apenas os valores de seus bens materiais. Assim, é importante que se invista na exclusividade, que irá impedir que ela seja utilizada por outras empresas concorrentes.

Se tornando, então, detentor do registro de marca, o titular terá a exclusividade, de modo que possuirá os poderes necessários para impedir o uso por outras empresas e clientes.

  1. Direito a concorrência leal

Ao se ter uma concorrência leal, é possível evitar prejuízos para o dono da marca. Isso se dá quando uma marca sofre com a cópia, pode vir a perder inúmeros clientes, e por conta da confusão entre as imagens, nomes e logotipos.

Já com o título do registro, se poderá entrar com medidas judiciais em que, caso ocorra, a empresa seja indenizada. O que irá garantir não só uma maior segurança para a empresa, mas para todo o mercado em si.

  1. Direito de licenciar, alienar e ceder

Com o registro de marcas e patentes, a empresa criadora da marca ou produto tem total direito a propriedade, sendo então possível licenciar, alienar e ceder a sua marca ou direitos da marca ou produto.

Isto é, a empresa poderá fazer as escolhas que mais a beneficiem em relação à marca, sendo possível conceder a autorização de uso, transferir os direitos para outro, e até colocar à disposição para o uso de terceiros. 

  1. Direito a royalties

Royalty se trata de uma quantia paga para o proprietário de uma marca pelo direito de usar, reproduzir, explorar, comercializar um produto, entre outros. Sendo uma forma de dar uma parte do retorno que se terá ao utilizar um produto da empresa proprietária.

O registro de marcas e patentes é uma forma de garantir que este seja mais um dos benefícios ao titular. 

  1. Direito a franquear

Franquias têm sido uma opção muito rentável para o investimento de empresas que já tem um nome consolidado no mercado, ou modelo de sucesso. Assim, a expansão do negócio se torna muito mais fácil e com a garantia de ter um serviço de qualidade.

Essa garantia do direito de franquear é garantido pelo registro de marcas e patentes, sendo possível usufruir desse sistema e permitir que os franqueados tenham direito de uso da marca, além do direito de distribuição exclusiva.

  1. Baixo custo de registro

Por meio do INPI é feito o registro simples da marca por uma taxa de R$ 590,00. Com isso são garantidos que palavras, imagens, a combinação de palavras e imagens, e modelos tridimensionais, sejam registrados como marca da empresa.

5 Coisas que você precisa saber sobre a Metodologia do Design Sprint
Saiba por que investir em inovação tecnológica é necessário em 2022!

Outros assuntos:

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CNPJ: 72.387.608/0001-21

A Fluxo Consultoria é uma empresa sem fins lucrativos, visando fomentar o empreendedorismo no Brasil através de projetos de engenharia de alta qualidade e custo abaixo do mercado. Todo o valor ganho é revertido para a formação profissional dos nossos membros e alunos da UFRJ.