skip to Main Content
Prototipagem Eletrônica: Descubra Como O Arduíno E O Raspberry Pi Podem Facilitar Sua Vida

Prototipagem eletrônica: descubra como o Arduíno e o Raspberry Pi podem facilitar sua vida

Já passou pela sua cabeça como automatizar o trabalho da sua loja e aumentar em muito a produtividade? E em criar um sistema de segurança com leitura biométrica e câmeras com sensor de movimento para a sua clínica? Ou até mesmo em integrar toda a sua casa para que você possa controlar qualquer dispositivo pela tela do seu celular?

Mas mesmo que eu te diga que isso é possível de se desenvolver, você provavelmente está pensando que é muito caro e que o investimento não vale a pena. Devo te dizer que é exatamente o contrário. Hoje em dia é extremamente fácil de se desenvolver métodos de automação e integração tecnológica em qualquer meio, e tudo cabe dentro do seu bolso! Mas por que esse desenvolvimento é tão fácil e tão barato se parece ser algo tão complicado?

O motivo disso são algumas plaquinhas que estão ficando cada vez mais famosas no mercado de prototipagem eletrônica. Exemplos como o Arduíno e o Raspberry Pi estão sendo cada vez mais alvos de grandes e pequenos desenvolvedores para projetos de computação e eletrônica.

prototipagem eletrônica

Arduino Uno

Protótipos eletrônicos geram grandes impactos no cotidiano

Essas duas plataformas, fora outras como o NodeMCU por exemplo, foram criadas com o objetivo de permitir a desenvolvedores iniciantes a criarem seus próprios projetos de eletrônica de forma fácil e, o principal, sem terem que gastar muito dinheiro.

Apenas comentando um pouco sobre essas plataformas, o Arduino é uma plataforma de prototipagem eletrônica open-source, programada em C++ (com algumas modificações). Podemos dizer que ele é um microcontrolador bem simples que só roda um programa por vez, portanto é usado em projetos que possuem funções mais simples do tipo “liga-desliga”.

O Raspberry Pi, por outro lado, é um mini-computador. Com entradas HDMI e USB, é possível conectar a ele um monitor, mouse e teclado para ser utilizado da mesma forma que outros computadores. Por ser algo mais complexo que o arduino, ele não se limita a executar uma função de cada vez, além dessas funções poderem ser mais complexas, tais como cálculos complexos, criptografia, análise de imagem, entre outros.

prototipagem eletrônica

Raspberry Pi 3

Por último, o NodeMCU é uma plataforma também open-source desenvolvida com foco em IoT (Internet das Coisas), e por isso possui integração com placa wi-fi (coisa que o Arduino e alguns Raspberry Pi não possuem de fábrica). Apesar de não ser tão conhecido como as duas plataformas acima, o NodeMCU está ganhando força no mercado aos poucos, podendo virar uma concorrente do Arduino. Se quiser saber um pouco mais sobre a Internet das Coisas, acesse nosso artigo O que é “Internet das Coisas” e como ela funciona?

prototipagem eletrônica

NodeMCU

Como facilitar sua vida com prototipagem eletrônica?

Bem, já falamos muito sobre os módulos em si, mas não vimos ainda exemplos reais de onde usar essas plataformas. Afinal, como eu posso usar isso tudo pra facilitar a minha vida?

  • Automação Industrial:
    Vamos supor que você é o dono de uma indústria que possui 100 máquinas trabalhando constantemente. Apesar do sistema de resfriamento seja bom, é comum que algumas máquinas sobreaqueçam, no entanto, não é muito fácil ficar verificando todas as máquinas para ter certeza se todas elas estão na temperatura correta, além de que é muito caro contratar ainda mais funcionários para realizar essa função.

    É aí que entra a eletrônica! Utilizando uma das plataformas citadas anteriormente, é possível fazer com que, através de um sensor de calor, o sistema detecte a temperatura excessiva do maquinário, envie uma notificação para os funcionários e ainda desligue a máquina para que não ocorram problemas maiores.

    Quer saber mais sobre automação industrial? Visite nosso artigo sobre O que é Automação Industrial? 6 benefícios dos projetos para indústrias.
  • Automação Empresarial:
    Um caso já muito conhecido de automação empresarial são restaurantes automatizados. Essa ideia é muito popular no Japão e outros países com viés tecnológico mais desenvolvido. A ideia consiste em uma esteira que conecta a cozinha à mesa do cliente, integrado a um tablet com um sistema onde se fazem os pedidos. O cliente vai à mesa e ordena seu prato através do tablet e, após algum tempo, os pedidos chegam através de uma esteira automática.

    Podemos perceber que não há qualquer necessidade de garçons, apenas os cozinheiros e recepcionistas do estabelecimento. Portanto, fica evidente que é algo que pode gerar um aumento no lucro em pouco tempo, além de ser muito mais prático e diminuir em muito a chance de acidentes.
  • Irrigação automática para plantações:
    Algo muito corriqueiro de acontecer é a automatização do sistema de irrigação de plantações. Dependendo dos requerimentos sobre a irrigação em si, é possível criar inúmeros sistemas variados que atingem o mesmo objetivo. Alguns sistemas talvez se baseiem em um contador, que vai disparar a irrigação numa hora certa independente da umidade do ar, das chuvas, etc.Enquanto isso, existem outros sistemas que se preocupam com esses dados e necessitam deles para saber se é necessário ou não ativar o sistema de irrigação. As opções são inúmeras e só dependem dos requerimentos pedidos e das ideias dos desenvolvedores e dos clientes.

Como sistemas eletrônicos podem mudar o ambiente em que você vive?

  • Automação Residencial:
    Você já pensou em ter toda a sua casa sendo controlada pelo seu celular? Ou o lugar inteiro começa a tocar sua música preferida automaticamente logo quando você pisa na frente da sua porta? E que tal você ter controle total do que está passando nas câmeras de segurança quando não está em casa? Através da automação residencial você consegue tudo isso e muito mais, podendo tornar sua residência no local mais tecnológico e automatizado que você pode encontrar.A Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside) divulgou dados que apontam que o mercado de automação residencial tem projeção de crescimento de 11,36% por ano entre 2014 e 2020. Em 2016 estimava-se que o número de casas automatizadas era em torno de 300 mil, e mesmo que esse já seja um número bem grande, podemos ter certeza que isso só vai aumentar e se expandir pelo país.
  • Segurança:
    Segurança é algo necessário em qualquer lugar: casa, condomínio, empresa, escola, entre muitos outros, e é uma das áreas que mais cresce no Brasil em relação a automação, com um crescimento anual de 8%. Através de um sistema automatizado utilizando prototipagem eletrônica é possível fazer com que, por exemplo, as câmeras da sua casa funcionem apenas quando não tem ninguém lá.Outro exemplo muito comum é um sistema de alarme, em que a polícia é automaticamente notificada caso alguém passe pelos sensores enquanto o sistema estiver ligado. Os exemplos são muitos, e muitos deles já vimos hoje em dia na sociedade, o que nos mostra como essa tecnologia está se espalhando cada vez mais e virando algo usual.
  • Hobbies:
    Por último, a parte divertida. Além de todas as opções acima, a prototipagem eletrônica é muito usada com um objetivo: se entreter. Uma grande parte das pessoas que costumam se desenvolver nessa área começam com o desenvolvimento de pequenos sistemas como um hobby pessoal. A criação de uma tranca automática para a porta ou um sistema de luz com sensor de presença são bons exemplos de projetos com baixo nível de dificuldade e bem divertidos de se realizar.

    Um outro exemplo de hobby que está muito famoso hoje em dia, principalmente entre os homens, é a produção de cerveja artesanal. Mas como isso pode se relacionar com automação? Na verdade existem várias opções de como integrar uma automação à produção de cerveja artesanal. A única coisa necessária é a criatividade.


    É possível fazer com que seja feita uma leitura e calibração do ph da água aos níveis certos, controle de temperatura, secagem, transporte dos ingredientes, fervimento, adição de produtos, entre muitos outros, tudo completamente automatizado.

Se quiser saber mais sobre como colocar suas ideias em prática visite nosso artigo Projetos com Arduino: como colocar sua ideia em prática –  Automação.

Como dito acima, esses métodos de automação e a utilização da prototipagem eletrônica estão se tornando cada vez mais comuns no dia a dia em todos os ramos possíveis. Basta apenas um pouco de criatividade para que seja possível criar inúmeros métodos que podem facilitar a nossa vida de um jeito que nem conseguimos imaginar.

Por isso, sempre tenha em mente as vantagens que um sistema eletrônico pode trazer à sua vida pessoal e trabalho, pois é algo que, se feito da forma certa, vai tornar o seu dia a dia muito mais proveitoso e divertido.

Tem em mente algum projeto eletrônico que sempre quis realizar? Entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo nessa tarefa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *