skip to Main Content
User Experience E A Sua Importância Para Um Negócio

User Experience: conheça a importância da experiência do consumidor com o seu negócio

Sem dúvidas, um dos aspectos mais importantes para qualquer empresa é a satisfação do seu público. Sendo assim, é fato que a satisfação é resultante de uma boa experiência, bem como a insatisfação é decorrente de experiências negativas. 

Dessa forma, é possível perceber como a experiência do usuário modula todas as impressões e relações do público com a empresa, podendo gerar fidelização ou evasão. 

Por isso o termo user experience é tão importante para empresas inseridas em qualquer mercado competitivo, independente do porte das mesmas. 

Mas afinal, o que é User Experience? 

Como a própria tradução do nome fala, User Experience (Experiência do usuário) diz respeito a experiência que um usuário tem em relação a determinado produto, serviço, marca ou empresa. 

O termo foi popularizado por Donald Norman, enquanto ainda era vice-presidente do  Advanced Technology Group (Grupo de tecnologia avançada) da Apple, em meados de 1990.

Desde então, o termo foi ganhando força e importância corporativa, implementado e utilizado cada vez mais diante todos os resultados positivos obtidos com a utilização da UX como prioridade, seja no modo de produzir, vender ou interagir. 

Ao ser perguntado sobre a utilização do termo UX nos dia de hoje, o próprio Donald Norman falou sobre o User Experience e o descreveu da seguinte forma:  

“Uma vez, há muito tempo atrás, eu estava na Apple, e nós estávamos conversando sobre como a experiência de usar esses computadores era ruim. A experiência, da descoberta, quando você vê ele pela primeira vez ele em uma loja, quando você compra e não consegue colocar ele no carro porque a caixa é muito grande… E quando você finalmente chega em casa, abre a caixa e pensa “Ooh… Parece assustador. Eu não sei se me atreveria a montar esse computador”.

Tudo isso é experiência do usuário. É tudo relacionado a sua experiência com o produto. E talvez você nem precise estar perto do produto, você pode estar falando sobre ele para alguém.

Isso é o que nós queríamos dizer quando inventamos o termo UX e criamos o que chamamos de “Escritório de Arquitetos de Experiência de Usuário” na Apple para tentar melhorar as coisas. Mas a Apple já tinha começado muito bem. Nós começávamos com um bom produto e fazíamos ele ficar ainda melhor!

Hoje esse termo é terrivelmente mal utilizado. Ele é usado por pessoas para dizer “Eu sou um User Experience Designer, eu faço websites” ou “Eu faço aplicativos”. Eles não têm nem ideia do que estão fazendo, e pensam que a experiência é somente aquele dispositivo, website, aplicativo ou sabe quem lá o quê!!!

Não, é tudo! É a forma com que você sente o mundo, é a forma que você experiencia a sua vida, é a forma que você experiencia um serviço, ou… sim… um aplicativo ou um sistema de computador. Mas é um sistema. É tudo! Entenderam?” 

Ou seja, após relato do próprio criador é possível perceber o mau uso do termo consequente da má interpretação do mesmo, o que gera uma implementação inadequada e ineficiente, tornando a Experiência do Usuário algo superficial. 

Logo, é importante entender que o conceito vai bem além da experiência do público em relação aos momentos de compra: O termo engloba toda a experiência de uma maneira geral, desde as primeiras impressões até o uso diário e final dos produtos e/ou serviços. 

Agora que você já sabe o que é, podemos partir para o ponto principal do nosso artigo: A importância. 

Qual a importância do User Experience? 

Como dito anteriormente, a experiência vivida por um cliente é capaz de modular todas as suas impressões e relações com determinado produto, serviço e empresa. 

Assim sendo, boas experiências geram altos níveis de satisfação e consequente fidelização de público, objetivo principal de qualquer negócio. 

Dessa forma, o User Experience coloca a experiência do usuário como prioridade em todas as tomadas decisivas e formulações da empresa, que passa a pensar em todos os aspectos dos seus produtos, as sensações e impressões obtidas com ele pelo usuário. 

Assim, a experiência é tida como prioridade e há uma aprimoramento constante dos fatores apresentados e oferecidos aos clientes, bem como embalagens, design e interface de sites e aplicativos, marketing e publicidade, produto, serviço, qualidade e resistência do mesmo, facilidade de contato, etc. 

A partir desse aprimoramento novas soluções são pensadas e fundamentadas, gerando melhoria constante e aumentos progressivos de satisfação e fidelização do usuário, tornando o seu produto a melhor versão dele mesmo, nas viabilizações existentes. 

Além disso, colocar a Experiência do Usuário como prioridade do seu negócio e aplicar a certa usabilidade do termo acarreta benefícios incontestáveis, que tornam essa modulação ainda mais importante. 

Dentre todos os benefícios existentes, podemos citar como os principais: 

  • Aumento das vendas: Como dito anteriormente, a experiência do usuário começa antes mesmo da sua decisão de compra. Dessa forma, mais decisões são tomadas e mais vendas são convertidas, aumentando os índices de faturamento significativamente. 
  • Aumento do valor do produto: Este tópico não é referente a preço, mas sim ao valor que o seu público enxerga nos seus serviços e/ou produtos. Dessa forma, há preferência de compra em relação à concorrência e o seu negócio se sobressai perante outras empresas do mesmo ramo. 
  • Fidelização do cliente: Como já ressaltamos várias vezes em tópicos anteriores, o aumento de clientes fiéis e ativos é garantido com a implementação do User Experience. 
  • Conquista de novos públicos: Além da fidelização de clientes prévios, com as mudanças realizadas também há a conquista de novos públicos, atraídos pelas novas diretrizes e os respectivos benefícios gerados por eles. 
  • Aumento de autoridade: Com todos os benefícios citados acima, a sua empresa ganha autoridade no mercado em que está inserida, tornando-se até mesmo referência para corporações concorrentes. 
  • Marketing feito pelo próprio público: Um público fiel e com experiências positivas sempre irá defender e divulgar a marca para outros usuários, inclusive os concorrentes. 

Tendo em vista os benefícios citados acima, é fácil entender porque o UX é tão importante para o sucesso de diversas empresas multinacionais. 

Para exemplificar ainda mais os resultados positivos decorrentes do User Experience, podemos citar a empresa onde tudo isso começou: A Apple, referência mundial de Smartphones e Computadores, além de demais dispositivos eletrônicos. 

Tal sucessão não é ao acaso, tendo em vista toda a logística empresarial pensada e fundamentada na experiência do consumidor. 

Conclusão

Por fim, a partir dos tópicos apresentados acima é possível perceber quão importante ele é e como ele funciona, bem como a sua correta implementação. 

Dessa forma, vale salientar a importância de investir na experiência do usuário para uma boa sucessão do seu negócio. 

Para uma implementação adequada do termo, Peter Morville definiu que a experiência do usuário precisa ser: 

  • Útil: Os profissionais de UX precisam questionar a utilidade dos produtos e serviços oferecidos. 
  • Usável: O produto precisa ser usual e facilitado. 
  • Desejável: O produto precisa ser atrativo para o público alvo. 
  • Valorosa: O produto precisa agregar valor ao público.
  • Localizável: Os usuários precisam encontrar o que buscam nas interfaces gerais e na disposição dos produtos/serviços em si. 
  • Acessível: Os produtos precisam ser pensados também para pessoas com deficiência, tornando-os acessíveis e integrativos. 
  • Crível: Os produtos e elementos do design precisam passar confiança para os usuários. 

Seguindo os sete fatores acima, será possível melhorar a experiência do seu público e aproveitar de todos os benefícios decorrentes do User Experience.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *