Skip to content

Fluxo Consultoria – Consultoria em Engenharia da UFRJ

Pesquisar
Close this search box.

Vale a pena investir em App?

Vale a pena investir em App?

Investir em app tem sido a escolha de muitos empreendedores do Brasil e do mundo que enxergam nesse mercado uma grande oportunidade. E, de fato, é uma ótima oportunidade de investimento. 

No Brasil, a quantidade de smartphones já é maior que a de habitantes. Enquanto o segundo número é de 207,6 milhões de pessoas, o primeiro já ultrapassa 220 milhões de aparelhos, segundo a Fundação Getúlio Vargas. Com isso, o uso de aplicativos para os mais diversos fins no país tem crescido vertiginosamente, trazendo muitas oportunidades para quem quer empreender.

Contudo, será que vale mesmo a pena investir nesse mercado? Afinal, ele já está bastante saturado: existe um app para praticamente qualquer coisa que você possa pensar. Por esse e diversos outros motivos, essa tem sido a grande pergunta para muitos empreendedores.

Mas no artigo a seguir vamos te mostrar que a resposta para ela é: sim, vale a pena investir em app. Acompanhe para descobrir o porquê e como você pode investir nesse mercado para aproveitar as suas oportunidades.

O mercado de aplicativos no Brasil e no mundo

Estima-se que os aplicativos movimentem cerca de 6,3 trilhões de dólares até 2021 em todo o mundo e o Brasil está na vanguarda desse mercado entre os países emergentes. Por aqui, cerca de 60% dos indivíduos adultos possuem um smartphone. O que nos coloca à frente de países como México, Filipinas e até mesmo Índia, com seus 1,3 bilhão de habitantes.  

Com isso, o número de aplicativos entre a população também é altíssimo. Segundo dados da App Annie, os brasileiros passam mais de 3 horas por dia usando apps e cerca de 70 a 80 deles são instalados nos smartphones.

Os números financeiros também impressionam no país. Segundo um levantamento feito pela plataforma de mensuração de aplicativos AppsFlyer, apenas o mercado de anúncios pagos nos apps movimenta mais de 3 bilhões de dólares ao ano por aqui. 

Mas as possibilidades de lucrar com os aplicativos vão muito além dos anúncios, o que indica que a receita gerada por eles é muito maior. De fato, 62% dos usuários de smartphones já realizaram ao menos uma compra por aplicativos. E o número de usuários que optam por comprar as versões pagas dos apps também não para de aumentar.

Por conta de tudo isso, vale muito a pena investir em app. As oportunidades desse mercado são muitas e o empreendedor que souber identificá-las e explorá-las com certeza terá sucesso.

Mas em qual segmento investir? Você sabe quais são os segmentos desse mercado?

Os segmentos desse mercado

investir em app imagem telefone com aplicativos

Vimos que o mercado de aplicativos movimenta trilhões de dólares pelo mundo e representa uma grande fonte de oportunidades para quem quer empreender. Mas essa é apenas a visão geral. 

Esse mercado se divide em diversos segmentos, que se subdividem em segmentos ainda menores, e conhecê-los é extremamente importante para quem quer investir em app. Afinal, para investir, é preciso encontrar o seu nicho e trabalhar em cima dele. É assim em qualquer mercado.

Mas quais são mesmo esses segmentos? Um dos principais deles é o de games mobile, segmento que movimentou 1,5 bilhão de dólares em 2018 e já conta com mais de 66,3 milhões de jogadores. Esses números colocam o Brasil na 13° posição no ranking mundial do setor de games para celular.

Outro segmento que tem grande expressão dentro do mercado são os aplicativos que fazem a intermediação entre prestadores de serviço e consumidores. Talvez o maior exemplo deles seja o Uber, aplicativo que conecta motoristas a passageiros e que tem ganhado o mundo.

Outro ótimo exemplo é o iFood, que conecta restaurantes a consumidores e faz o delivery da comida; e o Rappi, que, além de conectar restaurantes a consumidores, faz delivery de praticamente qualquer coisa, desde compras no supermercado até remédios.

Juntos, aplicativos como esses já faturam bilhões de dólares no Brasil. Para se ter uma ideia, apenas o Uber faturou 3,7 bilhões no ano passado e a previsão para esse ano é de ainda mais crescimento.

Além destes, há ainda vários outros segmentos, como o de e-commerce, educação, prestação de serviços, entretenimento e muitos outros para quem quer investir em app.

Com você pode investir

O primeiro passo para investir em app é identificar em qual segmento você vai atuar. Para isso, é preciso considerar uma série de aspectos, como público consumidor, barreira de entrada, tamanho do segmento, possibilidades de retornos, etc.

Uma vez identificado o seu segmento, basta seguir os próximos passos:

Buscando a solução para um problema

Todos os aplicativos de sucesso, ou melhor, todos os negócios de sucesso, buscam resolver um problema. Pode ser algo simples, como: “quero comer algo diferente, mas não quero sair de casa”, ou algo extremamente complexo, como o transporte urbano.

Isso reflete uma das maiores dicas para quem quer investir em app: para ter sucesso, busque solucionar um problema. Não importa sua complexidade, oferecer a solução para um problema é a melhor forma de se investir nesse mercado.

O iFood fez isso com a necessidade que as pessoas tinham de ter comida na porta de casa e o Uber solucionou um grande problema do transporte urbano. Encontre um problema e ofereça uma solução através do seu app que as chances de sucesso aumentam muito!

Desenvolvendo o aplicativo

A parte de desenvolvimento do aplicativo é, sem dúvidas, a mais crítica do investimento nesse mercado e também a que demanda mais recursos. Se você não possui os conhecimentos necessários, será preciso contratar uma empresa especializada para isso.

De qualquer forma, é preciso buscar desenvolver um app eficiente e que consiga entregar uma boa experiência aos usuários. 

Pensando em monetização

Por fim, vem a parte de monetização do aplicativo, que é a forma como ele vai fazer dinheiro e retribuir o investimento feito. E ela vai depender de qual segmento você escolher. No de games mobile, por exemplo, você pode optar por anúncios ou elementos pagos dentro do jogo.

Já no segmento de intermediação de serviços, é possível monetizar cobrando uma taxa fixa dos negócios ou variáveis sobre cada transação. Assim, a escolha vai depender do segmento e também de diversas outras variáveis.

Obviamente que o processo é bem maior e mais complexo do que isso, mas esses passos te ajudam a entender como se pode investir em app. De qualquer maneira, investindo do jeito certo, é possível obter sucesso e lucrar muito nesse mercado.

Marketing Fluxo

Somos um grupo de graduandos da UFRJ que decidiu ir além das salas de aula da mais tradicional Escola de Engenharia do Brasil. Em busca de vivência empresarial e experiência em gestão, queremos nos preparar o quanto antes para o mercado de trabalho. Para isso, realizamos projetos de engenharia com a supervisão dos professores para resolver os problemas de nossos clientes.

Escreva um Comentário

O que é Fluxo?

Somos uma empresa júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de acordo com a Lei 13.267/2016, e realizamos projetos de consultoria em engenharia. 

Posts Recentes

Siga-nos

Se inscreva em nossa Newsletter

Cadastre-se e receba todas as novidades e conteúdos em primeira mão 

Há mais de 30 anos, a Fluxo realiza projetos de engenharia, com infraestrutura e tecnologia da UFRJ. Prestamos serviços para pessoas físicas, pequenos empreendedores e grandes empresas do mercado. Por isso, temos ampla experiência em consultoria e oferecemos soluções personalizadas para você.